sexta-feira, 18 de maio de 2012

Elásticos


Pessoas ligadas a elásticos...
Que prendem-se
ao
passado
e
esticam-se
querendo lhes puxar.
Lhes puxar
e lhes
trazer de volta.
Coisas que deveriam
estar esquecidas
e
que
elasticamente voltam sempre
ressuscitando.
Trazendo-os á tona
e
atrapalhando
seu caminho.
Pessoas
fazem força pra caminhar
tentam se desvencilhar
e seguir em frente
mas
não cortam seus
elásticos!
E assim...
Um dia são vencidos
pois
os elásticos
são feitos para se esticarem
e voltarem ao normal...
As pessoas não!
Um dia elas se arrebentam.
De tanto ir e vir.
De tanto ir e vir.
Ir e vir.
Olhe pra frente
não volte a ontem
ontem já passou
cortem seus elásticos
livrem-se
vivam
livres
soltos
sem amarras
sem atrasos
sem tropeços
sem voltas inúteis.
Sem elásticos...
Vá em frente e não volte.
Vá em frente e não olhe pra trás.
Vá em frente
sem elásticos...
Corte-os
ou
deixe voltar.
Estagnando-se...

37 comentários:

  1. Mas depende da força que é aplicada ao elástico... e também depende do módulo de elasticidade do material... Mas é ruim, do tipo muito ruim, ter que fazer força para não olhar para trás, e não voltar, e ficar sempre lá na frente... Melhor que o estado de equilíbrio sem nenhuma força externa atuando no sistema seja agora, e se esticando cai no passado. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehhehe Lala, vc é um barato!

      Excluir
  2. Maravilha de poesia,André!! Há pessoas que teimam em amarrar-se e não se deixar
    soltar... Linda metáfora usaste!Adorei! abração,lindo fds,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Chiquinha! Você é a mais sábia das leitoras do blog!

      Excluir
  3. Oi querido amigo,

    Tudo bem? Maravilhoso o texto! Falo para você que alguns elásticos são como corda e colocam nós quenos impedem de ver o futuro, seria aquele chiclete que gruda no assoalho e fica para sempre. O que fazer? Passar por cima, varrer a casa, passar pano e esquecer que ele está por ali.

    Bom final de semana!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Lú... e como tem disso né?

      Excluir
  4. Dedé, tudo bem?
    Poema muito interessante, amigo!
    Esse tal elástico fazendo tudo voltar, não é mesmo?
    O pior é quando volta para os dedos e dói, como dói.

    Abração, amigo e um beijo na Bonitona e no bonitinho!

    Obrigada pelo comentário em função da parceria com o Jorge, tua presença e palavras sempre são um incentivo muito legal, tá bom? :)

    ResponderExcluir
  5. O elástico é a força externa empurrando uma situação que não lhes diz respeito. Por falar em respeito... o mundo seria bem melhor se cada qual cuidasse de si e respeitasse seu semelhante.

    Que tal olharem todos para a frente e não para o lado????????????????


    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a vida Aclim... Mataram até Jesus Cristo, o que ão de fazer com nós pobres pecadores?

      Excluir
    2. Esperar e ver neh?...rs

      Excluir
  6. Gostei do poema. Acho que não devemos esquecer o passado na medida em que ele faz parte da nossa história, mas não esquecer, não quer dizer viver lá. Quem vive só a recordar o passado não tem presente nem futuro.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXISTE O PASSADO BOM E O PASSADO QUE NOS FREIA!
      Valeu pela visita Elvira!

      Excluir
  7. ARRASOU,André!Que bonita essa poesia e quanta sabedoria num simples elastico!Bela msg!Posso levar pro meu blog do Recanto?Bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahhahahhahahaha fica a vontade Anne, é até uma honra isso!

      Excluir
  8. Dedé, como seria bom se pudéssemos fazer voltar algumas pessoas queridas e alguns momentos legais que ficaram no passado, mas infelizmente ficaram por lá, e estão ainda 'presentes' em nossas memórias, mas grande sacada o teu poema, parabéns.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Chengão! Mas o poema fala daquelas coisas que nós não queremos que voltem para atrapalhar!

      Excluir
  9. É Mansim, excelente reflexão poética!!

    Não é que a vida muitas vezes se torna mesmo um elástico? indo, vindo, tencionando e arrebentando?

    p.s Bem, sua sugestão foi aceita lá no seleções. Mesmo por que, eu agora não vou mais deletar o blog e então só me resta suprir minha compulsão mexendo na cara dele de vez em quando...heeeeeee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahhahahahhahah valeu Edu!

      Excluir
  10. Esses elásticos podem ser ligas.

    ResponderExcluir
  11. A força que me atrai é o futuro promissor.
    Só não esqueço o passado por lembranças.
    Do elástico que falas com certeza meu senhor,
    Remete-me ao passado, não por ser um saudosista.
    Como entalhe da essência são tijolos assentados.
    E os alicerces distintos que dependem do analista.
    A natureza humana em castelos e marquises.
    E por pequenos abalos um dia desmoronados.
    Se tivesse reparado a base ainda em tempo.
    Poderiam permanecer envolto as cicatrizes.

    Depois de concretizado o reparo da essência.
    Ficar voltando ao passado pra sentir de novo a dor,
    Ou relembrar um perfume, ou reviver um amor.
    Deixa de ser natural se transforma em demência.
    Pois o espaço que fica entre o nascer e o morrer,
    Não precisa ser inteligente nem entender de ciência.
    É a Vida que devemos aproveitar plenamente.
    Se ficarmos esticando o elástico irreal.
    A existência será um circulo virtual.
    Esqueceremos de viver e consagrar o presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahhahahha esse é o meu tio!!!!

      Excluir
  12. Ola meu caro André,
    Você tem toda razão! muitas vezes ficamos presos por elásticos que insistem em trazer para o presente pessoas, coisas e situações que deveriam ficar lá no passado. O passado serve como boa lembrança e/ou aprendizado, fora isso é, certamente, empecilho para o construir do presente.

    Muito legal.

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Flavão! Obrigado por sempre estar por aqui!

      Excluir
  13. André o/
    E ai como estão as coisas por ai? O Samuquinha já está começando a descobrir o mundo?
    Olha parabéns pelos recordes de acesso! Teu blog é muito bom, merece mesmo1 O projeto que vc mantém em segredo é aquele que vc mencionou no grupo da blogosfera? *.*
    E...olha só! Vc está escrevendo poemas/prosas agora? 0.0 Caramba!!!!!!
    Não é? O pessoal que faz cosplay desse Vocaloid principalmente da Miku capricha por demais e fica realmente idêntico...isso que é investimento porque embora pareça meio simples, a roupa é cara!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahhahahhahahahha é segredo Tsu!!!!!

      Hahahahhahahahah depois te falo por e-mail.

      Excluir
  14. Os elásticos são traiçoeiros e exigem competência de quem com eles resolve brincar. Melhor seguir sem esse artifício que, repentinamente, nos leva para onde não desejamos estar.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Adorei, André!

    Mandou a mensagem de uma maneira original e criativa.

    Ótimo domingo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahhahahahha brigadão Verinha!

      Excluir
  16. O ser humano é assim mesmo, meu amigo. Belíssimo texto , belíssima metáfora.
    Bj

    ResponderExcluir
  17. Uma visitinha para desejar bom domingo e responder à sua pergunta lá no Sexta.
    Todos os factos históricos relatados na história do Manuel são verdadeiros e obdecem a muitas horas de pesquisa. Claro que a maioria deles nós temos conhecimento por alto, mas para poder integrá-los na história nas datas exatas nem queira saber as horas perdidas em pesquisas.
    Um abraço e bom Domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalho digno de uma historiadora!

      Excluir
  18. Pois é Andre, se envolver com "elásticos" é complicado mesmo!
    Abraços meu amigo =**

    ResponderExcluir
  19. lembrei de uma tia minha que vive se prendendo ao passado, mas na verdade muitas pessoas são assim

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!