terça-feira, 10 de maio de 2011

Virtualmente real

Algumas coisas na vida da gente vão mudando com o passar dos tempos e a gente também vai mudando com elas. Eu me lembro que quando esse negócio de e-mail começou eu era radicalmente contra, eu não suportava fazer um orçamento com um cliente por e-mail, eu queria falar com o cliente, conversar, explicar sobre o que eu estava vendendo, mostrar, deixar ele examinar, eu até fiz um discurso para dois amigos meus, o Fabio e o Rosmildo sobre como o e-mail iria deixar as coisas impessoais e como a gente iria perder vendas usando "esse negócio".
Lógicamente que com o passar dos anos eu que resisti até onde não pude mais, tive que mudar de idéia... Mas mesmo assim eu ainda não troco uma boa conversa por um e-mail chato e frio de jeito nenhum!
Bom, aí apareceu o orkut... Eu também demorei a aderir a essa moda, onde já se viu, amigo virtual, era só o que faltava! Hoje eu tenho uma comunidade no orkut e sou mediador de mais três... Fiz bons amigos virtuais e por incrível que pareça até amigos bem presentes na minha vida que sempre conversam e trocam boas idéias... Eu descobri que a grande sacada do orkut são as comunidades, que são points de encontro para pessoas que gostam das mesmas coisas ou de pessoas que só querem encher o saco, desses a gente sempre dá risada lógicamente.
Bom, eu sempre achei esse outro negócio chato chamado blog uma babaquice, isso porque eu infelismente tinha como meu primeiro contato esses blogs bobos tipo (como fala a minha amiga Tsu) "copia e cola", e que geralmente os blogueiros copiam e colam só baboseiras. Mas um dia uma amiga me falou que se eu gostava tanto de escrever e desenhar eu devia fazer um blog.
Eu... Fazer uma besteira dessas? E tem mais, quem é que iria perder tempo de ler coisas escritas sobre a vida, comportamento, animais, amizades? O povo quer saber é se a cueca do Brad Pit é de sêda ou algodão... Bom aqui estou eu já com pouco mais de um ano de blog! Aqui encontrei pessoas legais, pessoas que dão valor as bobagens que escrevo, que vem, vão, mas sempre voltam, e que também já fazem parte da minha vida! Domingo enquanto assistia a fórmula 1 eu conversei mais de uma hora com o Chengãohttp://www.blogger.com/img/blank.gif (Paulo Cheng), sobre várias coisas e foi como se fossemos amigões reais, e apesar de só nos conhecermos pela net acho que o Chengão é mesmo um amigão real de carne e osso (amarelos, porque ele é chinês), e fico feliz com isso!
Hoje uma amiga e seguidora do blog a Maria Emilia fez o seguinte comentario numa postagem daqui:
Adoro suas crônicas sobre as trivialidades da vida e gosto muito mais, ainda, das suas conclusões, sempre do bem. Hoje vou dar Parabéns a duas pessoas e não só a você, à sua mãe por ter te oportunizado desenvolver este lado "gente boa" que você tem e a sua esposa por te dar espaço para continuar assim.
Isso pra mim não é virtual... É real!
Isso me fez pensar sobre que mais vão inventar de tecnologia pra eu falar mal e ter que dar o braço a torcer mais tarde? Ai meu Deus...

23 comentários:

  1. Que legal,André!

    Eu nunca me imaginei num computador..

    Não sabia nadica de nada( ainda não sei grande coisa,mas...) Ganhei de uma filha e aí comecei..

    Não consigo ficar sem isso e nas viagens, sempre estou com meu laptop, hoje tri fora de moda pois já tem os novos ipad.né?

    E assim vamos nós.

    ORKUT não uso, facebook também não.

    Só ando nos blogs...e no RLetras. Tentei ir pra twiter e me assustei de tanta gente que entrava, morri de medo, sei lá, uma coisa estranha.

    Parecia que estava fazendo algo errado...

    Acabei logo com aquele passarinho tonto,rssssss...

    Mas é bem assim mesmo...achamos o fim da picada e de repente estamos caindo de amores por nossas coisas virtuais.

    Eu acho o máximo! abração, fiz um jornal aqui! boa noite,chica

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!!!
    Pois é, meu "amigo" Dedé!
    Eu, por exemplo, sempre volto pelo teu trabalho que gosto, mas também pela pessoa que você é, através de seu trabalho, comentários, ideias!
    E gosto do que leio e sinto. Por isso retorno, por isso as amizades podem mesmo serem reais, mesmo no campo virtual, que de alguma maneira, podem reduzir as distâncias.
    Abração amigo!

    Humoremconto
    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oba, hoje vou ser o primeiro a postar um comentário na tua matéria, coisa difícil.kkkk.

    Bem, acho que passei pelo mesmo processo que vc passou em relação a aderir essa nova tecnologia, mas como diz o bom e velho Augusto Cury, todos passamos pelo processo de psicoadaptação em nossas mentes, e com o tempo essa ojeriza e desconfiança foram dando lugar à curiosidade e paixão. Hoje, confesso que não vivo mais sem 3 coisas, Jesus, minha mulher e a internet.

    E como vc falou André, podemos sim estabelecer vinculos afetivos duradouros pela internet, e o grande exemplo disto é a amizade que estamos construindo aqui em nossos blogs. Você mora em Barreiros, Sampa, e eu aqui em Olinda, PE, uma boa distância, mas que no mundo virtual é quebrada instantaneamente.

    Agradeço profundamente os elogios tecidos à minha pessoa, e já nutro uma grande estima por você e outros blogueiros que estou conhecendo, como o William, a Ana Cecília, a Tsu e outros poucos. E com certeza vamos enraizar mais e mais nosso relacionamento com o tempo, mesmo sendo de forma virtual, mas como sugeriu o título do teu post, bem real.

    Um forte abraço pra ti e que Deus te abençoe.

    Estou às ordens.

    ResponderExcluir
  4. Andre, eu não troco meus amigos "Virtuais" por alguns amigos "reais" de forma nenhuma!^^
    Como diz um amigo meu: "Por trás de uma Tela sempre existe alguém!"

    Abraços e tenha uma ótima semana meu querido!

    ResponderExcluir
  5. Q bom q vc deu o braço a torcer, senão não teríamos esses ótimos textos pra dar risada
    O computador pode ser uma maquina fria mas os sentimentos das pessoas q são passados através dele são reais e enchem nossas vidas
    Adorei o post André!

    O nome do teu amigo é Rosmildo?! Putz... ;D

    ResponderExcluir
  6. Pois é,td tem seu lado bom e mau.Ainda bem que vc so falou nas boas,pq o lado negro desse negocio aqui nao é brinquedo nao.Continue com essa natureza boa e fazendo o que curte que é a arte de blogar,bjk

    ResponderExcluir
  7. Abençoada amiga que te deu essa luz, nós agradecemos e muito a ela. Essa coisa do novo não assusta só a você não, todo mundo tem um pé atrás com as novidades,só mesmo os aventureiros
    se permitem.O comentário continua valendo e, o mais importante: é verdadeiro.

    ResponderExcluir
  8. Cara, chutei a bola pra fora, ainda não foi agora que o espermatozoide chegou em primeiro lugar, pensei que fosse o primeiro a postar assim que vi sua atualização, mas beleza.

    Sim, também concordo com a Chica, tem muita coisa rolando na net, muitas redes sociais que assustam realmente. Hoje tenho Orkut, Facebook, Twitter, MSN e o site. Cara, é muita coisa, sempre dedico 2 horas por dia pra dar conta de tudo isto, mas já estou deixando de lado o Twitter, que apesar de ser muito bom, é muito instantâneo, vc precisa estar postando ininterruptamente, senão fica desatualizado, ufa, deixa quieto, preciso de tempo para o meu mundo real, trabalho, mulher, estudos e outras coisas, mas tô satisfeito demais com meu site.

    ResponderExcluir
  9. Fala André,
    A realidade virtual é estranha mesmo. Nos comportamos com certo receio das coisas no começo, mas depois acostumamos e até se torna necessário.
    Em relação a ter amizades virtuais, acho normal. As redes sociais estão aí para isso mesmo e que não gosta, que se desligue, não é mesmo?
    Mas é preciso ter cuidado e muito, tá cheio de gente complicada e esquisita por aí, mas felizmente a grande maioria está do lado do bem.
    Você e o Cheng são dois exemplos de ótimos blogueiros.
    Grande abraço e ótima quarta feira.

    ResponderExcluir
  10. Eu sou virtualizada até o osso. Tenho orkut, blog, facebook, twitter, flickr, twitpic... (MSN até tenho, mas dele eu não gosto. Levo meses sem usar.)
    Dá um trabalhão danado atualizar tudo isso e a gente perde um tempo sem tamanho, mas as amizades que a gente cónstrói são sempre gratificantes.
    PS Sobre seu coment no 'Para que nunca me esqueça': Precisava denunciar? rs

    ResponderExcluir
  11. André o/
    Olha a minha saga pela web pode não parecer mas já é muito extensa.
    Resumidamente a intenet me tornou o que sou hoje. Foi por e-mail que conheci a minha melhor amiga (mais de 10 anos e ainda não conseguimos nos ver pessoalmente), foi graças ao extinto Geocities que pude postar minhas primeiras histórias, foi graças ao orkut que adentrei numa cena urbana e conheci amigos especiais e muitos, muitos, rolês e sons. FOi graças ao msn que mantive contato com pessoas fenomenais e foi graças ao blog que eu estou publicando o que gosto, conhecendo pessoas incriveis (como vc, a Cissa, o William, o Paulo...) e mostrando coisas legais para o povo.
    O twitter eu ainda não descobri qual finalidade...se eu conseguir manter contato com um ator bonitão da minha lista lá então vai ter servido pra algo kkkk.

    bjs e boa semana!

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, André!

    Sabe, no meu caso foi ao contrário... Eu era fissurada em orkut e MSN... Com o passar dos meses, gradativamente, passo a olhar menos. Claro, algumas coisas aconteceram para eu achar que orkut e MSN estavam prejudicando a 'minha interação social' e levando-me a um certo vício e aflição. Porém, óbvio, fiz bons amigos virtuais... E agradeço por eles. Já com relação ao blog, eu amo cada vez mais... Agora ele está um pouco abandonado e faltando-me alguma inspiração. Espero que isso passe.

    Mansim, obrigada por comentar no CQ&Sherlock. Sabe, claro, cê tem TODA a razão... Uma vez que eu me proponho a escrever no blog, tenho que aceitar opiniões. Foi um momento de raiva, eu só queria escrever...O problema está na escritora que passa agora por uma crise de ânimo e criatividade. E assim o texto foi contruído... Ficou um lixinho, admito, rsrsrs... Thanks!

    T.S. Frank
    www.cafequenteesherlock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. No meu modo de ver, maior problema de se comunicar na net é que a gente fala uma coisa e a pessoa entende outra.

    ResponderExcluir
  14. Ai Dedé, não tem nada haver com o post, mas não posso deixar de comentar, sempre retorno nos blogs que tem moderação para ver se está tudo ok, pegou o comentário direitinho, etc... e li agora o comentário do Paulo Cheng rsrsrs tô me matando de rir. Também pensei que era a primeira!!! rsrsrs Não foi dessa vez!!!
    rsrsrsrs Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Ainda bem que este mundão é do jeitinho que é... real e virtual... virtual e real... um dentro do outro, interagindo, trocando experiências, amizade e carinho. É isso que vale a pena! É isso que se leva da vida!

    ResponderExcluir
  16. Hehehehehhehe o Chengão dançou, hehehehehehehe!

    ResponderExcluir
  17. Lendo seu post, me lembrei daquela propaganda:

    "Está na hora de rever seus conceitos"

    Muito interessante, a forma que você usou para dizer que voltou atrás em algo, que era para você uma verdade absoluta e hoje já não é mais...

    Ainda bem que podemos mudar de opinião \o/\o/

    Detesto a tal da "Síndrome de Gabriela":

    "Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim"

    ResponderExcluir
  18. Eu mesma não tenho problemas com tecnologia ou amigos virtuais...alguma das melhores pessoas que conheço foi através da net, e as piores ao vivo e a cores!

    tenho na net relacionamentos saudáveis e reais que certamente seriam aprovados pela minha mãe.

    adoro seu blog!

    http://brunadayanesagaz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. É isso aí Andrezão.
    Um dia perguntaram a doutor Sócrates (aquele do corinthians):
    Porque você mudou de opinião?
    Ele respondeu:
    Porque mudei de opinião...ora bolas!

    ResponderExcluir
  20. To be or not to be, that's the question.

    ResponderExcluir
  21. Bom, sou suspeito para falar da onda tecnológica que assola o mundo! Já parti corações online, já fiz muitas amizades, já me crucificaram e mais um milhão de coisas.

    Creio que o legal mesmo é toda a interação positiva tanto no mundo online quanto no do nosso tumultuado dia a dia!

    Abraços broder online!

    ResponderExcluir
  22. André, eu também era um radicalmente contra tudo a respeito de computador e internet, quando tinha 13 anos ganhei meu primeiro PC, mas vendi 2 meses depois e só de 3 anos para cá quando resolvi comprar outro, mas por causa da facilidade emrelação aos estudos que pude ver o tanto de coisas boas existe no mundo virtual, mas que sem dúvida temos de saber aproveitar.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!