domingo, 20 de janeiro de 2013

Mudança de comportamento




João acordou pensativo.
Sua vida não estava caminhando de uma forma que lhe agradasse. Ele tinha problemas pessoais, profissionais e familiares pra resolver.
João estava decidido! De hoje em diante, colocaria algumas pedras em seus problemas e resolveria-os para poder viver feliz. João resolveu que abriria mão de seu orgulho e da vontade de estar sempre certo, para apenas ser feliz!
Ele tinha uma magoa com sua esposa que estava atrapalhando seu casamento a alguns anos. Resolveu que hoje pediria desculpas a ela, e lhe falaria que a ama e que ela era a mulher de sua vida... João queria consertar isso!
Ele também teria uma conversa com seu filho. A quantos anos ele nota que seu filho queria ter um pai mais presente, que queria um pai mais amigo, que queria um pai parceiro. Mas mesmo notando isso, João só sabia trabalhar, chegar tarde em casa e trocar poucas palavras com o menino. Mas hoje não! João resolveu acertar isso com seu menino, e falar-lhe pela primeira vez que o amava.
Em seu serviço, as coisas não iam nada bem. João deixou que o tempo lhe acumulasse obrigações de outras pessoas em suas costas. Ele estava estressado e nervoso todos os dias. Mas hoje João resolveu dar um basta! Resolveu ser feliz. Resolveu conversar com seu patrão e colocar os pingos nos ís!
João saiu do banheiro com essas idéias na cabeça, ainda era cedo. Sua mulher e filho ainda estavam dormindo. No caminho entre o banheiro e a cozinha, João sentiu uma dor terrível em seu peito. O ar lhe faltou, suas pernas tremeram, a dor aumentou e suas vistas escureceram. O corpo de João foi encontrado por sua esposa e filho meia hora depois. João morreu sem conseguir fazer o que queria. Sua mulher não ouviu de sua boca que ela era a melhor mulher do mundo, seu filho não ouviu de sua boca que ele o amava, e no seu serviço colocaram outro em seu lugar.

34 comentários:

  1. Pobre do João! Morreu sem ter dito ou vivido do jeito em que sonhara pela manhã....

    "Passamos muito tempo focados no futuro, planejando, trabalhando por ele. Mas em algum momento começamos a perceber que a vida estar acontecendo agora, não é depois, é agora."

    Infelizmente, assim como no caso do João, podemos estar vivendo cheios de boas intenções e de poucas atitudes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Nilsão! Ei obrigado por aparecer!

      Excluir
  2. Fala Mansim,

    Esse texto me lembrou algumas coisas. Primeiro, que a vida é frágil e imprevisível. E segundo que, por isso mesmo, não vale a pena guardar as coisas ou sofrer inutilmente: é preciso colocar pra fora aquilo que a gente pensa e sente, antes que seja tarde.
    Faz bem até pra saúde.
    Grande abraço meu chapa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um abraço Almirzão! Concordo com seu comentário meu amigo!

      Excluir
  3. PUXA!!!Lindo e forte...Não podemos deixar pra amanhã as coisas...fazer hoje, agora...abração praiano,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um abraço interiorano Chiquinha!

      Excluir
  4. Procure Kléber Franco no Face (foto de um peixinho azul fisgado num anzol)

    Seja amigos!

    Em relação ao texto, parece que João resolveu acertar as contas consigo mesmo.
    Mas, as contas nunca cessam de chegar.
    Viver custa caro, meu caro.

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa noite!
    Dedé, meu amigo!
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Gostei de seu texto que trata justamente do que sempre achamos que não é necessário fazer agora. Deixamos, na maioria da vezes, para mais tarde. Sempre esquecemos que o que não nos pertence é justamente o “mais tarde”, o “amanhã”, “o minuto seguinte”.
    Imaginamos que haverá um novo dia, um novo amanhecer para vivermos, e, todos as coisas que poderíamos ter feito ainda hoje, ficam para depois… Mas esse “depois” ou esse “amanha” pode nunca mais vir...como não veio para João.
    Bela semana!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós nos achamos imortais Felisão! O problema é esse!

      Excluir
  6. Olá, ilustre amigo André!
    O texto é trágico, mas nos traz uma mensagem pertinente e oportuna com a modernidade. Infelizmente, o protagonista não teve tempo para efetivar sua mudança, no entanto, a reflexão servirá para sensibilizar muitos que vivem alienadamente. A vida não se resume somente ao trabalho.
    Texto inteligente e relevante, amigo!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu amigo Bentão! Seu comentário me é de grande valia!

      Excluir
  7. Infelizmente muitas pessoas levam a vida desse jeito e isso é muito triste. O tempo passa e acabam perdendo oportunidades valiosas! Grande abraço!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente a maioria de nós leva a vida adiando sentimentos em prol do trabalho, da diversão ou sei lá de quê. E muitas vezes quando julgamos que é chegada a hora de mudar já é tarde demais.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um abração Elvirinha! Obrigado por aparecer!

      Excluir
  9. Eu conheço um monte de Joões, só espero que estes consigam dizer do seu amor a tempo de viverem um pouco de felicidade.

    Isso de ficar sempre adiando o que deve ser feito é uma porcaria! A gente vai morrendo devagarinho.

    Beijo, André da palavra linda.

    ResponderExcluir

  10. Olá André,

    Você teceu um retrato da realidade de muitos. Espera-se tempo demais para tomar atitudes importantes na vida e quando se decide é tarde demais. João poderia ter sido mais feliz e distribuído maior felicidade ao seu redor. Há coisas na vida que não devem ser adiadas.

    Gostei da reflexiva crônica.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Verinha! Gosto dos seus pensamentos!

      Excluir
  11. Estou aqui hoje por um motivo mais que especial.
    Tenho que dizer que não foi fácil conseguir você para ser meu seguidor,
    foi muita motivação impulsionando com postagens e visitas...que atingi 300 seguidores
    Agradeço te convidando a visitar a florada do IPÊ junto comigo no FOLHAS DE OUTONO !
    Deixo o meu abraço recheado de carinho !!!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Andre, quanta verdade!
    Não podemos deixar pra depois o que podemos fazer hoje.
    Pra que retardar a felicidade?
    Abração amigo!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  13. Olá!Boa tarde!
    Dedé
    Meu amigo!Tudo bem?
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    Bela semana!
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi André
    Nossa que texto impactante, principalmente quando levamos uma vida assim igual ao João de sua história, hoje voltei a trabalhar, e minha vida já voltou a rotina da correria, muito reflexivo mesmo. Adorei!
    Bjos. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele me impactou também Lú!
      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  15. Oi menino
    Aplausos. Nunca devemos deixar para amanhã, o carinho que temos para dar hoje.
    Abração

    ResponderExcluir
  16. Caramba Mansim, mesmo sendo uma ficção, é um alerta para as nossas vidas, que, mesmo sabendo da importância de se trabalhar pela subsistência, devemos priorizar a nossa família, assim como a nossa vida, pois o tempo passa rápido demais.

    Abração pra ti mano.

    ResponderExcluir
  17. A letra da música EPITÁFIO - Titãs, resume bem o que vc aponta na sua narrativa: precisamos valorizar o momento presente e empregá-lo 'como se não houvesse amanhã'.

    Texto bastante reflexivo!

    Abração,

    ResponderExcluir
  18. Sempre ficará alguma coisa por dizer mesmo que nos policiemos constantemente.

    ResponderExcluir
  19. Olá.
    Adorei passar por aqui e conhecer seu cantinho.
    seu blog é muito bom, parabéns.
    Sempre que possível estarei passando pra ver as novidades.
    Até mais

    ResponderExcluir
  20. Olha, faz o seguinte: posta o link do seu face no coments do meu blog

    depois apago, ok?

    ResponderExcluir
  21. Não deixe para o amanhã o que se pode fazer hoje...

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!