segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Heróis



Quando eu era criança, tinha três pessoas que pra mim, eram os caras! Um era o Peter Parker, o outro era o Jerry Lewis e o último era o Frank Poncherello. O Peter Parker, pra quem não sabe é o Homem-aranha, dããããã! Eu gostava dele porque ele não era chatão igual ao Super-homem que resolvia seus problemas sem esforço nenhum... O Homem-Aranha apanhava e sofria muito pra conseguir vencer seus inimigos. Isso sem contar que o Peter Parker era um durão na vida, trabalhava e estudava feito um camelo e ainda só se dava mal no final, eu adorava isso! Ficava esperando o gibi chegar na banca do seu Nicolau que todo mês separava o meu “O espetacular Homem-Aranha.” Inclusive a banca do seu Nicolau foi o primeiro lugar na minha vida em que eu abri uma “conta”, porque quando eu não tinha dinheiro ele deixava eu levar o gibi pra pagar depois.
O Jerry Lewis era um comediante que foi muito famoso no final da década de 60 até meados da década de 80. Seus filmes passavam na sessão da tarde, e quando passava, as ruas ficavam vazias de crianças, pois a molecada só saía de casa depois do fim do filme! Eu imitava o jeito idiota do Jerry Lewis conversar, rir e andar, até hoje quando dou risada, a minha se parece com a dele. Acho que foi uma herança dessas tantas imitações que acabou ficando.
Mais o cara que eu era mais fã, se chamava Frank Poncherello! Ele era um policial de um seriado que se chamava “CHiPs”, que tinha um enredo baseado em dois policiais que trabalhavam nas rodovias no que eles chamavam de “radio patrulha rodoviária.” Os dois policiais era John Bacher que era o cérebro, inteligente e cabeça pensante da dupla e o Frank Poncherello que era o meio burrão, meio doido, que resolvia as coisas sempre do jeito mais difícil, mas que era o engraçado.
O Poncherello morava num trailer, e eu me lembro até hoje de uma cena onde ele chegou em casa e com uma mão só, quebrou um ovo dentro de um copo e depois tomou o ovo cru! Ah... Eu não tive dúvidas, peguei um ovo e com minha mãozinha de criança penei pra quebrar com uma mão só! Acho que quebrei uns dez ovos, até acertar. Aí quando consegui tomei o ovo numa golada só... Vomitei na pia inteira!
Esses heróis da minha época de criança até que eram bons! Não tinham malícia, não usavam de violência, eram até meio bobos. Outro dia na TV eu assisti a um programa onde o repórter entrevistou umas crianças, e elas diziam que seus heróis eram os chefes do narcotráfico! Eu fiquei pensando nisso... Acabei chegando a conclusão que a culpa é mais uma vez dos pais, porque a criança de livre e espontânea vontade não vai torcer pro bandido, a não ser que esse bandido venha a lhe ser apresentado como mocinho! E quem é que tem que dar o discernimento pra criança e lhe ensinar o caminho certo?
Pais... Olhem com carinho com quem seus filhos andam, com quem eles conversam na internet, quem é o amiguinho dele e de onde vem, e principalmente apresente bons heróis e exemplos pro seu filho, senão ele pode acabar sendo seu inimigo também! Pois se você quiser reagir quando ele já estiver com a personalidade formada, talvez seja tarde demais.


44 comentários:

  1. Dezinho, a verdade é que os pais andam permitindo que seus filhos tenham liberdade da maneira errada. Eu acredito que as crianças devem ter monitoramento. Concordo com vc... os pais precisam saber mais de seus filhos. Claro que não temos como evitar que tudo de ruim aconteça, mas certamente podemos evitar muitas coisas se formos mais presentes...

    Abração pra todos aeee...

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Jó! Monitoramento e carinho!

      Excluir
  2. André, não é querendo fazer media com você, até porque isso não é do meu tipo e nem você precisa disso, mas o amigo foi felicíssimo nas suas conclusões ao final do texto. Assino em baixo tudo que você disse. Agora, aqui pra nós, que viagem o amigo me proporcionou no exato momento em que lia seu texto. Eu amava assistir o Homem Aranha como serie de TV nessa época. Chips era o máximo, e quantas vezes esse cara aqui, ainda moleque, não ria e se divertia com as trapalhadas do Jerry Lwis. Quanta saudade André. Delicioso seu texto, me permita dizer assim. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo PCzão! Você é muito gentil!

      Excluir
  3. Um texto que me fez recordar os bons tempos de infância, principalmente quando citou Jerry Lewis, como me divertia e não perdia um filme sequer.
    Adorei.
    bj

    ResponderExcluir
  4. Dedé, tudo bem?
    Interessante e verdadeiro teu alerta. E ainda falta muito diálogo entre pais e filhos, porque a primeira orientação é a que vem de casa, pelo exemplo, mas também pela conversa.
    Jerry Lewys é o cara, além disso ajudou um monte o Dean Martin, pelo que soube o tirou das ruas e deu a chance como co-protagonista dos filmes, o que deu certo. Sem contar que é um cara multifacetado, pois escrevia, produzia, interpretava, dirigia, etc... seus filmes.
    Abração ao povo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diálogo entre pais e filhos parece ser mesmo a solução né minha amiga?

      Excluir
  5. Olá André,
    Meu caro você arrebentou! Adorei o post de hoje!
    Do lado "ocidental" eu gostava muito do homem aranha também pelos motivos que já citou no texto, um dos motivos que nunca achei bacana o batman, porque enxergava ali a questão dos opostos, mesmo pequeno. Como toda criança do início dos anos 80, eu também corria para ver as caras e caretas do Jerry na tv... Até tentava imitar, mas nunca deu certo! Rsrsrrsrsrrr.... E o Chips eu via direto, e o Ponte era muito engraçado. Acho que foi em 95, se não me engano, que eles fizeram um filme "Chips 2000" que foi muito bom, mesmo já envelhecidos, mas o Ponte fazendo sempre o mais difícil. O legal dessa série é que passava bons ensinamentos para o público infantil, que ao ver suas aventurar, entendia que deveria respeitar os mais velhos, cumprir as leis, e muitos até policiais queriam ser! Hoje nossa sociedade que irresponsavelmente não está nem ai para a educação (digo instituição de ensino e família) consegue a proeza da inversão de valores, onde torcem para marginais...Lamentável!

    Capitão Sideral! Bela charge...

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Flavão! Vc é o cara!

      Excluir
  6. Olá!Boa noite!
    Tudo bem por aqui, André?
    puxa vida que lembranças boas, hein?Desde os gibis, até o episódio do ovo! Não digo que fiz desse jeito, mas meus amigos tomavam ovo cru com caracú,lembra?argh! Eu gostava muito do Jerry Lewis...do Chips não me lembro bem!Peter Parker, não tem como esquecer!
    ah sim... muitos dos valores que foram passados de geração para geração estão se perdendo e nos estamos em meio a uma sociedade com valores invertidos, onde o certo e o errado se confundem, onde as pessoas desenvolveram a capacidade de aceitar o errado como certo ou simplesmente se omitir a perceber a deturpação da ética, do conjunto de valores e princípios...alguns pais deixaram de proteger seus filhos de todo e qualquer perigo, pois faltam atenção, amor, orientação, cuidados, educação...
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Boa terça feira!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós estamos deixando esses valores sumirem Felisão!

      Excluir
  7. Passando pela tua infância, vomitada de ovo cru na pia e outras coisinhas, chega ao final tão certo e verdadeiro.Isso mesmo! Cuidar de tudo, amar, acarinhar pra não as perder..abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahhahaha valeu Chiquinha!

      Excluir
  8. Bom dia amigo querido !!!!!!
    Vim ler esse conto que mais que real,nos fala dos valores
    que foram perdidos pelo tempo,mas valeu e vale as boas
    lembranças...

    Um beijo de bom dia !!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi André, bom dia!
    Mas que genial a sua postagem, e quantas lembranças boas!
    Aos pais fica esse alerta, de mais amor, diálogo e companheirismo para com os filhos, porque os filhos são as nossas maiores e verdadeiras riquezas.
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha obrigado Mariangela! Vc é muito gentil!

      Excluir
  10. Oi André
    Muito legal o post! Concordo plenamente com vc, os valores estão muito invertidos hoje em dia, e como pais, precisamos estar atentos. Nossa os desenhos são horríveis, o meu filho mesmo gosta daquele Ben 10, é um alenígena que se transforma, é uma febre entre as crianças. Tudo na nossa época era melhor, como eu disse em outro post, tenho até pena dessa geração, que legal vc lembrar do saudoso Jerry Lews, eu me lembro de um filme que ele vai datilografando e não pára, e vai tocando uma música junto, é muito engraçado, isso é surreal hoje em dia, nem existe mais máquina de escrever, o Chips eu assisti muito também.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho esse Ben 10 tão ruim, hahahahhahahahaha.
      Valeu por aparecer Lú!

      Excluir
  11. Meus heróis são mais antigos:
    Meu primeiro herói foi meu primo Nelsom que era o cara mais forte da fazenda e todo mundo contava que ele desvirou o trator que estava tombando com carreta e tudo sobre a pessoal que ia pro casamento da prima Edviges, desvirou no muque senão amassava toda mulherada e as crianças.
    Se é verdade não sei, só sei que é assim que escutei.
    Obs: nesse tempo ainda não tinha televisão nem em preto e branco.
    Meu segundo herói foi o goleiro do São Bento de Barretos (Sebastião Cadela) não me perguntem porque este nome porque não sei, ele saltava naquele campinho de terra e se esborrachava todo só pra me ver aplaudir levantando poeira daquele chão batido e duro como pedra, saia sangrando os joelhos e os cotovelos, mas mostrava que era o melhor goleiro da vila capeta.
    Depois vieram o Zorro do Tonto, Tarzam, Korak, Gim das Selvas, Mandraque e Lotar, O homem de borracha, Os sobrinhos do capitão e por aí vai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahhahahhaha essa do primo Nelson foi boa!

      Excluir

  12. Olá André,

    Aí está um ótimo conselho para os pais. Os heróis dos filmes de antigamente traziam bons exemplos e de certa forma influenciavam na formação do caráter
    das crianças. Hoje as crianças são criadas com laço frouxo e isto permite que
    elas alcancem um terreno perigoso. É mesmo necessário muita vigilância e
    controle para que eles não se percam nos caminhos da vida.

    Eu também me divertia com o Jerry Lewis.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por aparecer e comentar Verinha! Realmente o Jerry Lewis era acima da média!

      Excluir
  13. Dedé, apesar de termos a mesma idade, não acompanhei o Chips, quando criança não gostava de gibis, mas amava desenhos animados, e o Jerry Lee era um dos meus heróis, amava seus filmes quando passava na TV, e a infância de hoje está a anos luz do que foi a nossa, pois acho que os tempos contribuíram pra isso, hoje as crianças são precoces, e os próprios pais têm uma parcela de culpa nisso.

    Boas lembranças esse texto me trouxe, gostei demais.

    ABRAÇÃO PRA TI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahhaa isso aí Chengão!

      Excluir
  14. Hahaha Dé, esse teu texto é bom demais amigo.
    Fico imaginando vc pirralho estragando todos os ovos de casa e vomitando depois.
    Tipo assim, é dificil ser esses caras malucos da TV.
    morri de rir de novo desse texto.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... Mas o Poncherello fez eu tinha que fazer!

      Excluir
  15. Coisas de criança são sempre lindas, ou pelo menos deveriam sempre ser.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Dedé, meu amigão!
    Vim desejar feliz 6 meses do Samuelzinho, tá bom?
    Menino lindão que vocês têm!
    Fiquem com Deus, e manda um beijão na Andréia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahhaha valeu Cissa Obrigado!

      Excluir
  17. RODRIGO NSILVA 825.9.12

    Boa noite André e pessoal do blog!

    Mais uma vez matou a pau no post hein cara !

    Parabens, concordo em genêro , número e grau contigo...

    Hoje muitos pais transferem para a escola a responabilidade de criar e educar seus flhos...

    Como vivemos num país que pouco investe em educação e deixa as escolas e os professores sem autoridade e jogados as tralhas , isso resulta no que vc disse ao final do texto: essa total inversão de valores em que o errado passa a ser o certo .

    Hoje a Tv, algumas musicas,algumas pessoas nas redes sociais e as novelas incitam os garotos a ter como referência bandidos, jogadores ( que nem sempre são exemplo de conduta) e outros que induzem à criança a impressão de que a vida é só farra, chamar a atenção o tempo todo, pegar uma mulher por dia e ganhar a vida sem se esforçar.

    A coisa fica pior quando olhamos as referências que as meninas de hoje seguem : hoje li uma matéria no MSN em que mulheres já veêm com orgulho o rótulo de ''PERIGUETE''... e ainda por cima dizem que quem inventou o termo são os caras frustrados que não conseguem ficar com elas e as mulheres invejosas que tem vergonha de sair com vários caras e que são mais machistas que os próprios homens...

    Eu acredito que o mundo está passando pela maior inversão de valores já vista e o Brasil é um dos países mais afetados por isso...

    Eu tambem tinha meus heróis: o Jaspion, o Jiraya ( que parecia Brasileiro) porque só se lascava, só arranjava emprego ruim, era órfão e cuidava dos irmãos e claro, do Aranha e como apesar dos problemas pessoais ele sempre dava um jeito pra tudo.

    Todos estes que citei eram carregados de altruísmo, vontade de ajudar o próximo e pôr o bem estar dos outros acima do seu próprio.

    Abs amigão ! belo post !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rodrigão! Obrigado por aparecer aqui!

      Excluir
  18. Também gosto do Peter Parker, por ser mais humano, mais próximo da nossa realidade, sei lá, ele é estudante e rala muito na vida, como você falou.
    Também adoro o Jerry Lewis, pena que hoje está sumido e não passe mais tantos filmes dele na TV.
    Mas esse "Chips" ae, não conhecia!!rsrs
    É uma pena crianças terem como herói hoje, chefes de narcotráfico ou pessoas que só fazem coisas inúteis na TV ou que apelam para a baixaria.
    É culpa tanto dos pais como da mídia, mas claro, principalmente dos pais.Hoje em dia, os pais não estão nem aí para onde os filhos vão, com quem estão andando, com quem conversam no facebook, e ainda tem más influências de "amiguinhos" por ae.O mundo hoje, está perdido...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Denise! Acho que a culpa maior é dos pais mesmo...

      Excluir
  19. André, está coberto de razão. É preciso ajudar as crianças a escolherem os seus heróis. Fico observando meu sobrinho neto, ao assistir tv. Ele sempre me pergunta quem é o bonzinho. Esta distinção não pode vir do que se ouve nas ruas. A escola é parceira, mas os pais são exemplos. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que a gente não sabe mais quem é o bonzinho nos desenhos atuais! Eles todos são mauzinhos...

      Excluir
  20. Oi amigo,

    Tudo bem? Penso que os herois agora não são mais os mesmos, pois há uma interpretação equivocada de alguns valores, principalmente, felicidade e diversão. Isso se deve também a um maior número de horas dedicadas ao computador que artificializou os heróis. Somos da mesma faixa etária e me encontrei no texto.

    Bom feriado e beijos em todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interpretação equivocada é mesmo a palavra!

      Excluir
  21. Eu não conheci o "Chips" André, apenas os outros dois, mas posso dizer que em minha infância eu vivi algo semelhante com meus próprios heróis, eu também sempre gostei mais daqueles que eram mais fracos ou diferentes, que conseguiam as coisas lutando de verdade, fazendo o que é certo. Eu acredito que eu gostava disso, porquê minha mãe e meu avô que me criaram já tinham me passado os valores que eram corretos. Havia uma diferenciação entre o que era bom e o que era mal e naquela época isso era muito bem definido para nós garotos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabens a sua mãe e a seu avô! Isso está faltando hoje!

      Excluir
  22. Olá meu Amigo, bom dia!
    Hoje estou visitando alguns blogs.
    Andei meio sumida, pois estive doente (com a "ites" da vida" ...rsrs) e depois viajando.
    Belo texto e bela reflexão!
    É verdade: não se faz mais heróis como antigamente...
    Os heróis de hoje, as músicas (como vc disse no seu último post), e tudo o mais hoje em dia perdeu um pouco do seu encanto... Acho tudo tem sido banalizado.
    Os valores hoje estão totalmente deturpados!
    E concordo com vc: cabe a nós pais, mostrar aos nossos filhos o que é realmente bom, digno e de valor!
    Creio também, que está faltando Deus no coração das pessoas...
    Saiba que gosto muito do seu blog! E das suas verdades!
    Um grande abraço e um ótima semana.
    Adelisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha obrigado Adelisa! Você é uma amiga legal!

      Excluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!