terça-feira, 21 de maio de 2013

Precisamos de uma virada cultural, real!




Na virada cultural paulista teve arrastão, facada, tiro, espancamento e até roubo de carteira de senador. 
Uai, mas e daí?  O que tem de novidade nisso?
O que eu estou achando estranho foi a reação da mídia e das pessoas horrorizadas com essa situação. 
Gente... Nós estamos no Brasil! Essa virada cultural foi em São Paulo... O que está assustando vocês?
Eu fiquei assustado foi quando perguntei a uma professora de português, qual foi o melhor livro que ela leu no último ano, e ela me respondeu que não havia lido nenhum. Na verdade ela me confidenciou que não lê um livro a mais de cinco anos!
Eu fiquei assustado, foi quando pedi pra um rapaz que trabalha comigo e que está no terceiro colegial, ler um texto e ele não deu conta. Gaguejou, suou e no final não sabia o que tinha lido! Isso sim é o que assusta!
Como vamos exigir educação de um povo desses? De um povo que não sabe ler e nem interpretar um texto? Como vamos exigir que eles se comportem num evento cultural, se o que eles tem de parâmetro de cultura é o Pedro Bial e seu BBB? Se eles levam a sério as famílias desmanteladas e hipócritas das novelas da Globo e acham que aquilo é bom? 
Gente... Vamos acordar pra vida! Nós parecemos ridículos quando acontecem esses incidentes, e a gente fica posando de falso moralista.
Esse país só vai melhorar quando se investir verdadeiramente em EDUCAÇÃO, e quando for obrigatório nas escolas, que o aluno leia pelo menos um livro a cada trimestre; o que já é pouquíssimo, mas pelo menos seria um avanço enorme na situação que temos hoje.
Povo que não lê, não sabe entender as falcatruas políticas, não sabe formular idéias, não sabe interpretar situações, não tem memória e vira massa de manobra.
Nós somos culpados! Todos nós somos culpados. Quando deixamos nossos filhos com o controle remoto da tv na mão; nós somos culpados! Quando não exigimos o boletim escolar e nem cobramos boas notas neles; nós somos culpados. Quando não lemos historinhas para nossos bebês; nós somos culpados! Quando não damos gibis para as crianças lerem, para assim começarem a pegar gosto pela leitura; nós somos culpados! Quando votamos nesses senhores feudais que não se interessam pela educação no nosso país; nós somos culpados!
Nós... Só nós, somos os culpados por essas situações acontecerem. 
Precisamos de uma verdadeira virada cultural, e se essa virada não começar a acontecer dentro dos lares, dentro das escolas e principalmente usando de livros como muletas; isso nunca vai virar!
Pense nisso!

42 comentários:

  1. E booooooota VIRADA nisso. Tá faltando muito, mas muiiiiiito mesmo por aqui! CREDO!!

    Lindo texto, como sempre! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Exatamente! Essa seria a verdadeira virada cultural! Aqui estamos precisando de verdade.
    E o Geraldo Alkmim (sei lá como escreve o nome dele) deu uma entrevista na Jovem Pam esses dias dizendo que a violência não estava tão alta assim, que um pouco disso é sensacionaliismo! Kkkk
    Que país ele vive?! Ele deveria art assalvado tb junto com o Suplicy!

    Sim eu escuto AM e daí kkkkk Não vem me Zuar não kkkkk

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehehe e ele ainda é um dos mais sérios hein... Imagina o resto!

      Excluir
  3. Amei ler isso, bem verdade, cresci lendo livros, minha madrinha tinha livraria e eu nas horas vagas, depois da escola, tomava conta da loja e lia!
    Meus pais me incentivaram, ouvia todas as músicas que eram lançadas em discos de vinil, tocados em uma vitrola, sim, meu tempo, tenho 64 anos e ainda leio, um livro após o outro, não sei ficar sem esse hábito saudável que ainda mantém minha mente ativa!
    Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa deve ser bom ter uma madrinha dona de livraria, hahahahahaha. Legal Ivone!

      Excluir
  4. Muito, muito bom.

    Educação TEM que se a base de tudo. É algo que venho reptindo incessantemente. Mas dá trabalho, leva tempo, então, a gente nunca começa... é triste, mas é a pura verdade: Nós não temos educação.

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  5. ANDRÉ:Arrasou neste texto, moço!!! Se usasse chapéu, tiraria para aplaudi-lo..rss!
    Infelizmente o povo brasileiro não lêr!!! Daí dar para imaginar a falta de conhecimento de muitos!

    Como exemplo, se vc faz um concurso, hoje tudo está em textos, com as suas interpretações, compreensão..! Debato muito este contexto com os meus alunos, porém, acham que é besteira...! Mas a educação é a base de tudo! Beijos parceiro e continue a compartilhar conosco seus conhecimentos.Discussões sobre isso pode fazer grandes diferenças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahaha obrigado Adeladia!

      Excluir
  6. Boa noite André.
    Novidade não há nenhuma, nem acerca da violência, tampouco da educação falida de nosso país (onde receita de miojo vale nota em redação de um exame nacional para avaliar o Ensino Médio, tão bem representado pelo cara citado no texto), no entanto, acredito que não há como as pessoas ainda não se horrorizarem ou no mínimo, se indignarem.
    Acredito que quando falta a indignação, é porque tudo se tornou "normal" e o caos foi ou será instalado de vez. Enquanto há ainda pessoas que se horrorizam com a violência e se indignam com a (falta de) educação do país tal como você, ainda há vida. rs.
    E infelizmente, acho que não é raro professores que não leem, eu conheci ao menos dois "confessos", um de História e outra de Língua Portuguesa.
    Acho que isso já se tornou um círculo vicioso. Educação vem muito do exemplo e se hoje muita coisa está errada, concordo com você, é por falta de exemplos que incentivem, principalmente dentro de casa.
    Abraço e boa quarta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor que não lê não deveria licionar né Cristian!

      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  7. ARRASOU!!! Concordo plenamente, na verdade a virada cultural de sp, não passa de pão e circo, no fundo quem é crítico sabe disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Kelly! Apesar de que eu não sou contra a virada cultural.

      Excluir
  8. O pior amigo, é que eu estava lá, cheio de expectativas para a ver a Virada Cultural, e só vi bagunça e perigo em cada esquina. Nunca mais volto. Vamos continuar aguardando a virada educacional.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahaha melhor ficarmos nas nossas cidadezinhas tranquilas né Wand!

      Excluir

  9. Olá André,

    Assino em baixo de sua oportuna crônica.
    Parece até ironia estes fatos acontecerem numa 'Virada Cultural'.
    Sem EDUCAÇÃO e CULTURA o país continuará engatinhando em termos de Ordem e Progresso.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Virada contracultural, que tal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahaha só vc mesmo!

      Excluir
  11. "Virada Cultural" !! Pomposo nome que nada traduz. O resultado está aí, bem visível. Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Bom, André, creio que você disse tudo e mais um pouco que o BRASILEIRO precisa saber... Mas será que irá fazer?

    Se não há educação (como você bem colocou)... O veículo sem ignição não anda, certo?

    Aplaudindo aqui tua crônica!

    bacios

    ResponderExcluir
  13. Bravíssimo, meu caro André. Embora eu seja uma leitora adormecida, sei que há pertinência nas tuas palavras. Só não sei se vai rolar bonito essa coisa da obrigação de ler um livro por sei lá quanto tempo. Obrigatoriedade nunca é legal.

    Acreditemos, pois, na virada advinda da educação.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah mas alguma coisa tem que ser feita MíLi!

      Excluir
  14. Oi André
    Muito bom!!!! Esse país precisa mesmo de uma virada radical na cultura, vejo isso pela minha cidade! É que isso não computa votos, o que computa votos são estradas e viadutos. Porém como vc bem disse, tudo começa em casa, eu sei que estou fazendo minha parte, eu leio para meus filhos, eu incentivo, os levo para livrarias, museus, verem Orquestras tocarem. Acho que também os professores deveriam mudar um pouco os tipos de livros que eles obrigam as crianças a lerem, deveriam se atualizar, porque é muito chato! Através da Joicy eu consegui convencer meu filho mais velho a gostar de ler, lendo Diário de um banana, ele já está lendo outros livros agora.
    Obrigada pelo elogio ao meu post, significa muito para mim, vc sempre será meu padrinho na blogosfera!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diário de um banana! Anotado aqui!

      Excluir
  15. Esta miscelânea cultural me parece com o quadro de um pintor que perde as pinceladas e começa a misturar as tintas de tal forma que tudo se torna obscuro e sem vida luz e sombras.
    Penso eu que seja bom o entrelaçamento cultural desde que seja mantida a essência de cada região seja nas musicas, artes, religiões, gastronomia e peculiaridades no entanto percebo que estão tentando tornar tudo homogênico principalmente quem comanda a grande mídia.
    Isso faz com que desande a massa e se perca o ponto de forma que espetáculos se transformem em violência, danças em mimica sexual, musicas em grunhidos, religiões em meio de vida, gastronomia em consumo de insetos, amor em passatempo e respeito em démodé (coisa antiquada fora de moda). Tudo isso patrocinada pela grande mídia que em nome do modernismo impõe a massa desatenta e letárgica os ideais da dominação total dos poderosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa tio! Belo comentário!!!!

      Excluir
  16. Olá,André!

    Estou de pleno acordo!! Há muitos anos abandonei a televisão, não nos acrescenta nada! Prefiro ler!
    Faço Letras, e infelizmente constatei que a maioria dos acadêmicos não gostam de ler!! Fico impressionada, pois nem consigo imaginar minha vida sem os livros! E não é exagero! Leio para me informar, para me divertir,para descansar!
    E procuro incentivar meus filhos. Meu menino é o mais resistente...rsrs Difícil competir com o videogame(mesmo ele tendo horário, 1 hora por dia de game). Mas ao menos adora Gibis.Penso que ele ainda vai achar o livro certo, e será fisgado!rs

    E disseste tudo, como exigir educação de um povo sem educação de qualidade???!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colocar tempo para o video game é legal! As regras ajudam a entender o mundo!

      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  17. Olá André!
    Brilhante texto!
    Verdade, enquanto reinar a ignorância cultural é isso que teremos.
    Muitas pessoas preferem não pensar, pois dá menos trabalho. Por isso o lixo que é atualmente TV BRASILEIRA têm tantos expectadores.
    E como você muito bem colocou, está nas mãos de cada um de nós tentar pelo menos mudar um pouco esse triste quadro.
    Beijos,
    Lis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Lis!

      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  18. Procura no Face:
    https://www.facebook.com/pages/Francorebel/162281960611762?ref=tn_tnmn

    Curte lá e me ajuda a divulgar. O blog esvaziou, cara.

    Vou deixar ele meio de banda, ok?

    Mas sempre estarei por aqui.

    F.

    ResponderExcluir
  19. Meu caro André, suas observações são verdades que não podem ser contestadas. Eu compartilho delas também. Mas, observo o seguinte; a civilidade de alguém independe de ser ela instruída ou não. É algo que vem bem antes das escolas ou faculdades. Família, a base de tudo. Conheci ao longo da minha vida dentro da comunicação através do rádio pessoas com pouco estudo ou sem nenhum e que me deram verdadeiras lições de vida. E não foram poucas. Contudo, as suas observações merecem e devem ser consideradas. Eu assino por baixo. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. André o/
    Disse tudo, parabéns!
    Essa virada cultural não me surpreendeu pq de Cultural...o que tinha? A programação é que não era, cada vez mais decadente. E na única vez que fui, há uns 2 anos atrás, meu amigo teve o celular furtado por uma grávida.
    O povo brasileiro parece fazer questão de gostar de ser ralé, como vc disse, focar apenas na porcariada tv aberta. O lado bom de ter um povo alienado é que se você é político ou líder religioso, será mais fácil manipulá-las.
    Nossa, como vc nunca viu o programa do Teatro dos Contos de Fadas? Certamente acharia alguns pontos bem interessantes...essa série marcou minha infância na tv Cultura e agora consegui todos os capítulos em dvd! o/ É bem nostálgico...e agora, como adulta, vejo detalhes no roteiro que passam despercebidos para as crianças.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como gostam de ser ralé Tsu!!!!!! Demais!

      Excluir
  21. Concordo plenamente André Mansim, estamos vivendo uma pobreza cultural no Brasil que é de dar dó. Milhões e milhões de pessoas despreparadas, sem educação, sem o mínimo de conhecimento, sem interesse, uma lástima total. Quando comparamos o brasileiro médio com outros povos então... Basta ver que estamos entre os mais baixos o ranking de educação mundial e entre os primeiros na violência. Tá difícil ter que tolerar isso.

    Precisamos realmente de uma virada cultural completa.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a expressão correta Almirzão! Chega mesmo a dar dó!

      Excluir
  22. Oi André,

    Tudo bem? Concordo com a sua reflexão! Estamos aquém em escolaridade, inovação e outros indicadores dos nos hermanos na America do Sul. Percebe-se o Brasil que cresce, mas não se desenvolve, pois o IDH de 2012 nos coloca atrás de países com menor desenvolvimento e PIB.

    Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste né Lu? Mas é a realidade infelizmente!

      Excluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!