sexta-feira, 17 de maio de 2013

Nostalgia nostálgica





O Frajola perseguia o Piu-piu pela casa, e o passarinho com a maior cara de anjinho, batia no gato com uma panela, depois com uma bigorna que sempre caia em sua cabeça e depois com um estilingue gigante que jogava o bichano dentro de uma tina com água gelada!
Depois disso, o Pica-pau aparecia fazendo bagunça! Uma vez ele arrumou um carro maluco e quase levou o Leôncio (que era o dono de um posto de gasolina) à loucura. Durante suas traquinagens o Pica-pau era acompanhado por uma musica clássica alegre, tocada por uma grande orquestra animada.
Aí, quando o Pica-pau ia embora a Formiga aparecia fugindo do Tamanduá azul, morto de fome, querendo a todo custo transformá-la em almoço. A Formiga com aquele olhar e falas sarcásticas fazia o Tamanduá de bobão do começo ao fim.


Mais tarde os Jetsons apareciam com suas navezinhas e badulaques proféticos! Engenhocas que previram em décadas o celular, o notebook, o skipe, e mais um monte de coisas que só seriam inventadas muito tempo depois. Eu ainda me lembro que foi assistindo os Jetsons que eu descobri que patrão é patrão e empregado é apenas... Empregado!
Os Flintstones eram os Jetson da idade da caverna, o Fred e o Barney mostravam pra gente como era bom ter um amigo inseparável e pra sempre.
A família Flintstone com seus problemas e prazeres se assemelhavam muito com as famílias da gente.


Na corrida maluca a gente aprendia que a trapaça nunca compensa, pois o Dick Vigarista iria ganhar todas as corridas trapaceando, mas sempre se dava mal. No Dartagnan e os três Mosqueteiros nós víamos como era bom acreditar nos nossos sonhos... O Pinóquio também ensinava isso. E na Pantera cor-de-rosa, a gente se divertia apenas por se divertir, pois suas histórias assim como as do Mister Magoo, Brasinhas do espaço, Pepe Legal, Os impossiveis, Tom sem freio, Policia desmontada, etc, não vinham com nenhum ensinamento subliminar, mas eram divertidos pra caramba.


Esse bate-papo aqui, é apenas nostalgia, para dividir com os amigos e nada mais... Não vou falar que os desenhos antigos eram melhores, mais educativos, que ensinavam a pensar e sonhar, e não vou entrar no mérito de que os desenhos de hoje em dia estão violentos e só falam em bandidos, ladrões, povo do mal contra o povo do bem e blá, blá, blá... Não tem como nadar contra a corrente fora de nossas tendas! Mas uma coisa eu garanto, dentro da minha tenda quem manda sou eu, e o Samuquinha (meu filhinho), vai se divertir muito com os desenhos antigos, dosados e misturados um pouquinho com os desenhos de hoje em dia, que é pra ele não se tornar um menino defasado nas atualidades. Mas tenho certeza que ele será um menino sonhador, criativo e feliz.





30 comentários:

  1. Está certíssimo, André. Desenhos alegres, que desenvolvem a imaginação, fazem bem. Outros, que estimulam a violência, devem ser evitados. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes pode até ser dificil de conter as crianças, mas dar uma policiadinha de vez em quando faz bem!

      Excluir
  2. Mas o pica-pau é bem sacaninha, né não? Vive desmantelando os perseguidores dele...

    Tá certo, André. Os desenhos animados de antigamente conseguiam ser divertidos sem serem tolos. Hoje é um estímulo acelerado à competição, que considero totalmente desnecessário.

    Adorei, muito.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... MíLi coitado do pica pau...
      Mas eu dou muita risada com ele!

      Excluir
  3. Que boia essa volta no tempo, ver esses desenhos legais> Aqui em casa , temos sempre por perto! abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui tambqm Chiquinha! É muito bom mesmo!

      Excluir
  4. RODRIGO N SILVA18.5.13

    Realmente amigão...não é bom a gente entrar em debate sobre essas nostalgias que nós sentimos em relação ao que era produzido antes e agora...

    Basta parar 15 min em frente à TV pra constatar a diferença..

    Mas ainda é possível achar algo bom e que tenha valor a acrescentar às crianças.

    O ideal é estar sempre atento e atualizado para instruir os pequenos sempre e principalmente ensiná-los que é conhecendo o passado que se entende melhor o presente.

    Isso vale não só para os desenhos animados mas pra tudo na vida.

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Rodrigão! Pra tudo mesmo!

      Excluir
  5. Rapá, desses aí eu só não gostava do Pica-Pau, nunca fui com a cara dele! E o meu preferido era mesmo Corrida Maluca e a Pantera Cor-de-Rosa. É complicado mesmo comparar o antigo com o moderno. Mas tenho assistido muitos desenhos de hoje, principalmente no canal Discovery KIds(que o Eduardinho é viciadinho, já tô até pensando em levá-lo para um análise psicológica) são muito bons: divertidos e educativos e sem violência.
    Também preparei um DVD com vários desenhos antigos ("da nossa época") e já coloquei para ele assistir. Não deu nem bola, e exigiu: "pai, ke discovy"...


    p.s tô atrassadérrimo nas leituras dos seus posts, principalmente por causa daquele "Romance" que você publicou aí em baixo. mas prometo que vou pôr em dia.

    abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahahaha pai qué discovi, hahahahahahahaha

      Excluir
  6. Oi Dé!!!

    Ah, nostalgia das boas, heim!?!?!?

    Eu tenho vários desenhos antigos aqui em casa... Gustavinho sempre curtiu!!!!

    Seguinte, tô sumida pacas... fiz uma observação ao final da minha última postagem no Umas e outras. Mas, quero ao menos voltar a visitar meus queridos amigos.

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Jó não some tanto tempo assim não!

      Excluir
  7. Ai André que bacana essa mescla... Poxa!!!!!!!! Que saudade que deu, cara, deu vontade de ser criança de novo rsrs.

    Você mostrou que os desenhos antigos passavam mensagens de sonhos, divertimento, alegrias. E teu blá blá blá a respeito dos desenhos de hoje deveria estar na boca de todos os pais pós-modernos.

    Adorei de montão!

    bacios e bom fim de semana

    *atrasadérrima com teu romance, affff PLOFT!

    ResponderExcluir
  8. Legal André! Saudades do tempo que eu lia Gibis... era muito divertido, saudável e que raiva eu tinha desse pica-pau safado!!!kkk
    Abraços e bom domingo!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda leio gibi! Hahahahahaha e bastante!

      Excluir
  9. Vivi tudo isso ai, e foi maravilhoso curtir todos esses desenhos ai, fez parte de minha infância e adolescência, e vira e mexe, estou no Youtube revendo alguns desses e outros desenhos pra matar a saudade, em tempos como esse no qual respiramos violência por todos os lados, nada melhor que tirarmos um tempo para curtir coisas leves e legais como essas.

    Abração pra ti mano e na família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Chengão! Obrigado por aparecer!

      Excluir
  10. Bom no meu tempo de menina não havia bonecos animados. Ou se calhar havia mas na pequena aldeia que era a Seca nem sabiamos o que isso era. Também já tenho 66 né?
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Elvirinha... E hoje é tudo tão facil né?

      Excluir
  11. "Oh! que saudades que tenho
    Da aurora da minha vida,
    Da minha infância querida
    Que os anos não trazem mais!" rsrs
    Meu amigo, não há como negar: éramos muito mais felizes!!
    Adorava todos esses desenhos e outros tantos!
    Tívemos o privilégio de sonhar e de viver todas essas histórias...
    E o Samiquinha e o Pedrinho devem conhecer essas histórias sim, e terem a oportunidade de sonhar como nós! Se Deus quiser!
    Um grande abraço, que Deus o abençoe.
    Adelisa.

    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se depender da gente eles vão se dar bem!

      Excluir
  12. Oi André
    Sem querer falar que os desenhos antigos eram melhores vc já falou kkkkkk. Também sou dessa época, a gente tá velho einh?! kkkkkk. Ainda bem que temos o youtube para mostrarmos para nossos filhos.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  13. O Pica-pau é meio terrorista, hein... engraçado que a violência existente nos desenhos antigos passa despercebida, é leve, é cinematográfica, como um filme do Tarantino, sabe.

    A realidade é que é violenta de fato, mais do que se pode suportar.

    Muito bom!

    Franco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era mais subliminar né Rebel! Mas era bom!

      Excluir
  14. O Pica-pau é malandro, só quer se dá bem.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malandro é pouco! Hahahahaha.

      Excluir
  15. Iac iac para quem não sabe esta é a risada do pateta...iac iac.
    Fui dãããã.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!