sábado, 19 de novembro de 2011

A festa



Lucio voltou da caminhada diária, fez um carinho na cabeça de bóris seu cachorro de estimação, entrou em casa e foi direto tomar um banho. No banho ele começou a pensar que de 3 anos pra cá desde a morte de sua esposa Carmem como sua vida estava mudada. Ele nunca havia imaginado que ao completar 70 anos estaria morando sózinho, pois os filhos estavam todos casados e cada um trabalhando num canto do país.
Lógo ele que sempre zelou tanto pela unidade da familia, pela alegria e união dos filhos com os pais... Mas é assim mesmo, os filhos crescem e querem voar por conta própria e tem de enfrentar o mundo e a vida que tem pela frente, a parte dos pais é apenas prepará-los para isso...
Lucio tomou banho, enrolou a toalha na cintura, foi até a cozinha, pegou um copo de leite e umas torradas e foi até o escritório abrir seus e-mails.
Enquanto o computador abria ele matou sua torradinha com geléia de morango e seu copo de leite gelado.
Lucio era um idoso pra frente, tinha facebook, orkut e se comunicava por MNS e Skipe com todos os netos e sobrinhos e de vez em quando até com um dos 4 filhos, ele se orgulhava disso, pois era um velho conectado no novo mundo. Quando seu e-mail carregou ele foi lendo, e-mail de propaganda de lojas virtuais, e-mail de sacanagem que seu neto João sempre mandava, e-mail com vírus que teimavam em mandar falando que era do banco, da receita federal, do SPC e um e-mail do seu amigão Marcel. O e-mail do Marcel falava assim: "Bem vindo a minha festa, se você abrir esse e-mail não poderá fechá-lo mais". Lucio abriu e dentro era mais uma daquelas correntes que dizia que a partir da hora que você lê-se o e-mail quatro coisas iriam acontecer com você:
1- Uma ligação telefônica inesperada.
2- Alguém iria lhe dar uma notícia boa.
3- Você faria uma viajem.
4- Encontraria a pessoa que você ama.
Mas como sempre era preciso enviar a mensagem para toda sua lista de contatos. Lucio não acreditava nessas coisas mas resolveu enviar, só pra participar da brincadeira. Depois disso ele leu mais alguns e-mails, navegou um pouquinho pela internet até que o telefone tocou.
- Alô!
- Paaaaaaiiiiiii, me sequestraram paiiiiiiiiiiiii, socorro!
- Quem, sequestraram quem? Jonas? É você?
- Sou eu pai, é o Jonas, me sequestraram, eles querem um resgate! Pai socooooorrroooo!
- C.. co... como is.. isso f... filho... - O coração velho de seu Lúcio não aguentou o baque, ele sentiu uma enorme dor no peito e cambaleando foi até a calçada onde caiu no chão.
A vizinha chamou a ambulância que o levou até o hospital, chegando lá foi direto para a UTI. Algumas horas mais tarde seu filho Manoel que morava mais perto chegou ao hospital. O médico leiberou para que Manoel visse o pai... Manoel chegou perto do pai e foi logo acariciando sua cabecinha e falando ao velho.
- Puxa papai... Como é que isso foi acontecer? Eu amo o senhor e a correria da vida fez a gente ficar sem contato diário... Ainda agora eu estava falando isso pro Jonas... Eu já liguei pra ele e ele vem vindo... Vê se aquenta aí...
A mente de seu Lucio estava trabalhando bem e ele ouviu a notícia boa de que seu filho Jonas estava bem, deve ter sido um trote daqueles de presidiários, pensou ele, mas sem forças pra acordar e se levantar do coma ele viu uma espécie de pessoa muito bonita com cabelos loiros e uma roupa branca bem brilhante e iluminada que chegou perto dele, pegou-o pela mão e falou: - Olá senhor Lúcio, tudo bem?
- Tudo bem quem é você?
- Eu sou um anjo!
- Um anjo?
- É... Eu vim buscar o senhor pro senhor fazer uma pequena viajem...
- Pra onde?
- Por enquanto não posso falar, mas vai ser muito bom, e sabe quem está te esperando lá?
- A Carmem?
- Como sabe disso?
- Esses e-mails... - Pensou Lúcio. - E eu que pensava que eram tudo besteira...

21 comentários:

  1. Noooossa!!!! Credo! Por isso não entro em nenhuma corrente desas, sabes como é... Também tenho 4 filhos, também sou coroona,rsrs Muito legal e nos prendes até o fim com vontade de mais ler! abração,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  2. querido amigo,
    nesta viagem repleta de peripécias, destaco o humanismo do tom e a nostalgia daquele velho que sempre pugnara pela união da família, mas que cumpre a vida perdendo, à vez, e por razões distintas, a mulher e os filhos. sinais dos tempos a que o individualismo, o egoísmo e o frenesim do capitalismo nos conduzem. tenho saudades da infância, do papel dos meus avós, e de um ritmo de vida que nos permitia crescer não apenas com o trabalho ou os estudos...
    esse teu olhar é sempre tão lúcido!
    um abraço!

    ResponderExcluir
  3. O 'véio' aqui procura estar sempre ligado e deleta rapidinho todos os e-mails suspeitos mesmo alguns que vem com o endereço conhecido, mesmo assim vez ou outra sobra um virusinho para atormentar.
    Este negocio de corrente e apelação emocional eu tô fora.
    Abraço meu sobrinho.

    ResponderExcluir
  4. As correntes nos levam por caminhos estranhos e belos e feios.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, André... fiquei um cadim emocionada! Sou uma boboca mesmo... uma Maria chorona de mão cheia!! Não cheguei a chorar, mas que deu um nó na garganta ahhh deu...

    Confesso que no começo fui lembrando das zilhões correntes que já recebi e até cheguei a fazer uma piadinha no final de seu texto, pensando que é melhor eu continuar deletando essas "maledetas". Vai que... né?? rsrsrs... mas, ao mesmo tempo fiquei imaginando a vida do Senhor Lucio... a vida passa mesmo! Pra todos... para alguns mais rápido que outros. Qdo reencontrou a pessoa que ama, lembrei da célebre frase: tudo vai bem, quando termina bem! Pra quem acredita em outras vidas, ou em paraíso, é um conforto!!

    Contudo, continuarei deletando todas essas correntes... há muita gente que eu amo em cima desse chão que eu piso. Espero ficar muitos anos por cá, ainda! rs

    Sobre seu comentário lá no Umas e outras, eu tenho esse jeito meio espontâneo para escrever. Às vezes exagero na pitada de espontaneidade, mas, não consigo evitar! kkkk... sobre a preguiça, parece que foi geral mesmo. Acho que todo mundo está com essa "ressaca de feriado"... mas, agora estou melhor. Descansei bastante de ontem pra hj... dormi 11 horas seguidas!! Mesmo tendo que trabalhar hoje, levantei animada! Acordei pilhadona! hahaha...

    Obrigada por compartilhar o link do seriado Californication, vou conferir!
    Abração e excelente final de semana...

    ResponderExcluir
  6. Mais um texto maravilhoso e que fica a nos prender para sabermos mais e mais... Fiquei preso em suas descrições e nos diálogos de seus personagens!!!
    Adorei a criação, Andresão!!!

    ResponderExcluir
  7. Rsrsrsrsrs... vc fez uma boa história entrelaçando os tópicos do email, André... kkk, foi criativo!!!

    O anjo no final foi ótimo,rs.

    Mas eu não sou de enviar correntes não (nem gosto delas), mas essa me motivou nem sei porquê!

    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  8. Ahhh que email danadooo! Não leio os meus nunca mais kkkkkkkkkkkkkkk!!!

    Amei André! Como sempre usou todo teu talento aqui! Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Dedé, tudo bem?
    rsrs
    Ótimo! Xiiiii... é tanta coisa que passam prá gente! rsrs
    Mas a questão de estarmo atrelados ao virtual, e por vezes, nos separarmos do real, é fato. E isso é mesmo um fenômeno atual e um tanto vazio, não?
    Excelente reflexão e bem humorada, o que é ótimo!

    Abração aos três e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  10. Uai? Tá sem moderação?
    Que bom! rsrs
    Brincadeirinha, mas é que levei um susto, vi meu rostinho ali online!
    Bem, é melhor que corrente! rsrs
    Abraçãooo

    ResponderExcluir
  11. Cara, já recebi um trote desses de um presídio de Fortaleza, sobre uma falsa promoção de um carro, falei com esses malandros e gravei toda a conversa, até fiz um post e coloquei no blog. Penso muito em quando tiver essa idade, se eu chegar lá. Muito bem bolada a trama, bem humana e poderia ser a realidade de qualquer pessoa próxima a nós, bem legal Dedé.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  12. Oi André!
    Parabéns pela criaticidade!
    Voce conseguiu prender minha atenção deste o primeiro parágrafo!
    Reuniu tantos elementos na tua escrita, humor, suspense..
    Bacana mesmo!!
    Bj..da sua fã

    ResponderExcluir
  13. kkkkkkkkkkkkkkk Há um lado cômico em seu conto, relativo às previsões. Mas seu desenrolar não nos leva a ele, o que mais valoriza o texto.
    Eu nem leio até o final esse tipo de mensagem. Logo as deleto. E esse golpe do sequestro, por mais que o conheçamos, somos vítimas dele. Uma irmã já foi assustada umas três vezes, durante a madrugada. Quem tem filhos jovens, na rua, não consegue raciocinar friamente.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Estou aqui retribuindo a gentileza.

    ResponderExcluir
  15. Muito interessante tua criação.

    ZZ

    ResponderExcluir
  16. André, teu conto me fez rir, apesar da perturbação que essas correntes geram na gente. Vai que a coisa pega e esses anjos aí começam a rondar de fato? Tô fora! - rsrsrs

    Até!

    ResponderExcluir
  17. Anônimo21.11.11

    Conforme prometido, voltei!! Realmente muito bom!! Um grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Bravo, André!
    Seus textos estão deliciosos de ler.
    Tenho uma irmã que recebeu dois ou três trotes desses de sequestro. No primeiro ela quase "despencou", mas no segundo ela já encarou, pois os filhos estavam todos por perto. MUITA MALDADE! Teve gente que, como o Sr. Lúcio, teve um ataque cardíaco e chegou a falecer.
    Não gosto deste tipo de email e ando deletando
    vários emails, sem ler, por motivo de precaução, inclusive contra eventuais vírus.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  19. É, vc tem razão, a Billie pode ter sido a Emy ontem, a semelhança é muito grande, mas artisticamente, creio eu que Lady Day estava a anos luz a frente da Amy.

    Abração.

    ResponderExcluir
  20. ashusauhsuhahus Andre meu querido, ri demais com teu texto!
    Essas correntes são pertubadoras mesmo!
    Nem leio e nem envio!!
    Abraços e Ótimo começo de Semana =*

    ResponderExcluir
  21. BELO ALVORECER MEU AMIGUINHO !
    COMO VC GOSTA DE RECLAMAR NÉ!PARECE ATÉ AQUELES VELHOS RESMUNGÃO.AGORA DEU FALAR DAQUELE FADO QUE O MEU AMIGO ME DEU COM TANTO AMOR,VIU NA LETRA,FALA ATÉ DA SEVERA,KKKKKKKKK.APROVEITA ESSE FIO E FAZ UM CONTO,KKKKKKKKKKKK,EU IRIA AMAR,KKKKKKK.ESTOU ESPERANDO VC ME DAR DE PRESENTE UMA MÚSICA PARA EU TROCAR AQUELA,KKKKKK.
    SAINDO DA BRINCADEIRA...VC ESCREVE DEMAIS ANDRÉ,SEU TALENTO É VISÍVEL,ELOGIAMOS SEUS CONTOS PQ É UMA REGRA DO BLOGUEIRO COMENTAR.MAS SEUS CONTOS DISPENSA COMENTÁRIOS.COM ESSE ME DIVERTI PRÁ CARAMBA,KKKKKKKKK
    BJS MEU LINDO!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!