quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Nova safra

Uma vez um professor de história que eu tinha leu um texto pra gente que dizia mais ou menos assim: Essa juventude de hoje não tem jeito! Eles são irresponsáveis, dorminhocos, sem educação, não respeitam o pai e nem a mãe e acham que já sabem de tudo na vida mas na verdade não sabem de nada..." O texto falava mais algumas coisas sobre a rebeldia do jovem, e só no final da leitura foi que o professor revelou que esse texto foi retirado de um papiro egípcio de 1500 anos antes de Cristo!
Os anos foram passando e as rebeldias foram aumentando até que em determinados períodos históricos essas rebeldias se escondiam por causa da rigidez da época e em outros períodos essas rebeldias apareceram novamente com muita força. Um exemplo de submissão é a Idade Média onde o homem era manso e governado pelas regras duríssimas da igreja e um exemplo de rebeldia foi a decada de 1960 onde a juventude começou a interferir sériamente nos hábitos e costumes da sociedade.
Um exemplo forte de anarquismo e contestação foi o movimento punk dos anos 70 e 80 onde os grupos de garotos queriam chocar a socieadde com costumes e roupas além de atitudes e músicas grotescas que batiam de frente com as regras sociais da época. Aqui no Brasil ainda estavamos sobre o regime militar e esse movimento punk era sériamente repreendido pela polícia e pelo exército, muitos discos de bandas de rock dessa época eram censurados e vinham com algumas faixas riscadas ou em alguns casos todos os exemplares de determinados discos eram recolhidos das lojas, isso aconteceu com o disco "Viva" da banda Camisa de Vênus que tinha até o seu nome censurado nas rádios nessa época. O disco foi retirado porque "tinha nas suas letras muitas palavras de baixo calão" dizia o governo.
Tudo bem, mas e daí? Onde eu quero chegar?
Eu estou querendo chegar nos dias de hoje onde a gente está vendo verdadeiras guerras civís onde grupos de adolescentes estão formando milicias dentro da sociedade e querendo lutar contra negros, contra punks, contra homoxessais, e o pior é que contra a esculhanbação política e a roubalheira descarada que virou nosso país eles não fazem nada! Se dizem novos nazistas e estão aterrorizando as noites de nossas grandes cidades com muita violência, alcoolismo e muitas drogas, se envolvendo em crimes e achando que estão fazendo uma limpeza na sociedade brasileira!
Meus pais me achavam contestador e maluco com meus rocks e meus amigos malucos, mas as idéias que minha turma tinha era de um mundo melhor onde todos poderiam viver bem, com um governo que realmente amasse o povo e com um futuro mais feliz, mas hoje em dia eu vejo pais irem na tv defender o seu filho que espancou o filho do outro até a morte! O que está acontecendo na nossa sociedade? Onde foi que perdemos o fio da meada? Porque os jovens estão tão violentos? Existem respostas convincentes? A culpa é dessa nova safra da juventude ou é dessa nova safra de pais que deixam os filhos sendo criados em escolinhas, com babás e tendo como amigos só a internet?
Pense nisso!

18 comentários:

  1. É uma mistura de tudo isso. São tantas coisinhas. Muito lindo, pra variar,rsrs...Escreves com verdades e isso é legal! abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Andre querido, acho que o problema do jovem hj é a falta de respeito para com seu próximo. Hj as crianças nascem na frente do computador, dos games e não sabem viver socialmente, pensam que o mundo tem que dizer amém para suas vontades. Eles nunca estão errados, não admitem suas fraquezas e os que admitem se acham fracos demais.

    Dá o que falar e o que pensar seu texto!
    bjokitas mil!

    ResponderExcluir
  3. Olá Andre
    Acredito que não existe um culpado, mas vários culpados. Toso sistema social está deteriorado e precisa urgentemente reformular valores.
    Abração

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente não entendo os jovens de hoje,acho que estão desconectados de tudo. Quando devem agir, não age, quando agem, é de forma errada, como essas gangues punks, skinheads. A juventude não tem referencial positivo hoje em dia, sucumbiram ao capitalismo e ao consumismo.

    Bom texto Dedé.

    ResponderExcluir
  5. André!
    Ah eu procurei os cosplays do Leon que eram mais boni..digo, perfeitos! kkkk

    Vc falou muito bem..eu participei ativamente de aqlgumas cenas urbanas...mas o pessoal gótico nunca foi engajado com essa "rebeldia'...a rebeldia quando havia na década de 80 era mais voltada para a arte do que atitude em si. Mas conheci muito pessoal da cena punk e skin head..e esse povo que conheci ENTENDIA da coisa. Não era como essa molecada alienada que entra numa cena urbana só pra causar e fazer merda. Porque eles querendo posar de revoltados acabam manchando toda uma cena urbana.

    Acho que Anthony Burguess ao criar Laranja Mecanica previu o nosso futuro, com sua juventude repleta de Alexs de Larges...

    bjs
    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Paulo!
    Os Jovens de hoje quando devem agir, não age, quando agem, é de forma errada!

    Sem mais, Andre!
    Abraços e Ótima Noite =*

    ResponderExcluir
  7. Oi Dedé, tudo bem?
    Texto incrível! Repleto de reflexões.
    Eu penso que essa coisa de bandos, violência na juventude, sempre houve, a questão é que agora com celular, foto no celular, internet, os fatos são mais visíveis.
    Aqui em Porto Alegre, por exemplo, quando eu era adolescente nos anos 80, havia gangs por bairros ou regiões (acho que ainda existem), a maioria de filhinhos de papai, um desses caras da gang da "Praça da Matriz" uniu-se a mais alguns amigos e assassinaram um rapaz no litoral, isso nos anos 80. Esse mesmo cara, agora a pouco, ganhou um cachê de 400 mil dólares, repetindo...: 400 MIL DÓLARES, para fazer uma propaganda com o Dustin Hoffman. Entendeu quem é? Na época, apesar de testemunhas,o cara nunca foi julgado...

    Quanto aos filhos, reservo as manhãs para exclusivamente ficar com minha filha. Isso é essencial para o desenvolvimento da criança, o contato com os pais. Ela só vai á escolinha à tarde, quando trabalho, depois noite/madrugada, quando também faço as coisas do blog. Mas isso é extremamente importante, embora a maioria dos pais não perceba.
    parabéns, amigo!
    Abração aos 3!
    Quantos meses???

    ResponderExcluir
  8. Há meu querido!os valores mudaram,por conta da modernidade,hj tudo é na tecnologia...
    bjssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  9. Andre..bacana sua crinica.

    Eu como mae de adolescente entendo bem o que vc diz.

    Mas existem jovens que apesar dessa gama de tentacoes conseguem se manter livre das mas infuencias. Educacao, familia presente..religiao...
    familia... td isso ajuda na criaacao de uma mentalidade saudavel nos jovens..

    bj

    ResponderExcluir
  10. André, eu tenho pensado muito nisso.
    Acho q toda essa violência é culpa principalmente da sociedade brasileira.
    Nós temos criado um ambiente ocioso e impune. Se um jovem vê violência e corrupção na Tv e na vida em geral, copia isso em seu próprio meio.
    Só com uma mudança geral na sociedade é que essas coisas vão parar.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. caro amigo,
    se houvesse soluções mágicas, todos os problemas estariam solucionados. ainda assim, creio bem que um estado que não seja solidário e justo, incapaz de apostar na educação de todos, na participação cívica e no respeito pela diversidade, por mais rico que seja, jamais conseguirá a paz social, acabando por se auto-mutilar a cada dia que passa. e isso não tem que ver apenas com a rebeldia dos jovens, que é natural e intemporal. seja com o punk, o movimento hippie, o maio de 68 ou qualquer outro movimento afim.
    abraço!
    p.s. em 2008 assisti a um concerto ao vivo da band que é tida como a precursora do movimento punk: sex pistols. aqueles irreverentes anarquistas da década de 70 eram, já, avós. e comportaram-se como cordeiros em palco :)
    um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá André,
    Excelente sua crônica.
    Parece que o problema com a juventude vem da época do papiro (rsrsrs).
    Brincadeiras à parte, creio que um ambiente familiar saudável, educação com amor, disciplina e cobrança de responsabilidades desde cedo teriam o condão de minimizar estes problemas gerados pela rebeldia dos jovens.
    Eles estão perdidos e acabam por fazer opções equivocadas.
    Se há jovem coerentes e responsáveis é porque
    o modelo de educação interferiu.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  13. um texto para pensar e questionar...os jovens de hoje estão realmente violentos. Acho que tudo começa na educação, os pais que não ligam para os filhos, as escolas que estão cada vez mais violentas, alunos que não respeitam professores. Hoje em dia, os jovens não respeitam ninguem, se acham os super poderosos, brigam por qualquer coisa e gostam de colocar medo nas pessoas.Se pelo menos lutassem e se reunissem por algo que preste e para fazer desse mundo algo melhor...mas não...infelizmente...

    Mudando de assunto, valeu pela dica do blog com alguns filmes antigos , gostei muito!!Adoro filmes antigos e lá tem boas dicas de posts tbm!!

    ate mais!

    ResponderExcluir
  14. Os filhos da geração "Paz e Amor...bicho".
    Faça amor não faça guerra.

    ResponderExcluir
  15. A humanidade já viveu momentos piores, mais violentos até... vamos desenvolver o sujeito ético...

    ResponderExcluir
  16. Grande André, estou de volta...
    Muito lúcida sua crítica. A mais pura verdade... Onde estão àquelas famosas família nuclear, onde
    as coisas funcionavam, pois, os mais jovens, tinha de onde tirar seu alimento moral: dos próprios pais, assim como deve ser.
    Obs: desculpe o sumiço, minha internet pifou, deu pau... assim fiquei à parte do mundo virtual, mas estou de volta... Abraço, Andresão!!!!

    ResponderExcluir
  17. Oie
    ótimo tema a ser tratado
    mas eu acho que rebeldia da juventudade sempre houve e sempre vai haver... mas não são só os jovens que fazem essa "LIMPEZA" na sociedade, eu acho que até a parte do preconceito contra os gays, ñ vem de jovens, vem de aultos casados convencionados, entende... eh um tema mto complexo pra se trabalhar... mas acho que os problemas não são estão relacionados à juventudade e sim à imaturidade de pessoas até com 30 anos.



    \tô aki retribuindo comentário, mto obrigada, pessoas como vc são a essência para a existência do meu blog


    www.diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com
    aviso! quando o blog completar 500 seguidores, eu vou colocar uma foto minha, aos interessados, fiquem de olho!

    ResponderExcluir
  18. Esse supostos revolucionários de hoje, não passam de uns idiotas, cretinos e covardes.
    No final das contas, são uns bobões com seus ideais contra tudo e contra todos, independente de sexo, religião, esporte, sociedade.
    Incrível como existem crápulas desse jeito no mundo.
    Grande abraço e bom final de semana.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!