segunda-feira, 25 de abril de 2011

Paixões diferentes

Talvez as meninas não entendam uma postagem sobre futebol, bom apesar que tem muitas meninas que torcem e gostam de futebol igual ou até mais intensamente que muitos homens. Então eu "desfalo" o que eu comecei falando... Vamos começar assim: Talvez algumas pessoas não saibam o que é torcer realmente por um time de futebol!
Torcer para um time de futebol é ter uma paixão, mas é uma paixão diferente, uma paixão que não dá só alegrias, muitas vezes dá tristeza e decepção, mas o legal é que no jogo seguinte, no campeonato seguinte toda a decepção é esquecida e você volta a ficar maluco torcendo pelo seu time do coração...
Eu namorava uma menina fazia uns quatro meses e no dia em que o São Paulo foi disputar a sua primeira final de mundial de clubes tinha uma festa aqui na minha cidade onde iria cantar uma banda (nem lembro qual, mas poderia ser os Beatles), a menina que eu namorava queria ir nessa festa e me falou assim: - Você vai ter que escolher entre eu e esse São Paulo, ou você vai na festa comigo ou vai assistir o jogo! - Agora amigos me perguntem qual é o nome dessa menina que eu namorava... Nem lembro...
A paixão pelo futebol é assim, as vezes a gente toma decisões e fala coisas movido pela emoção e não pela razão... No mesmo dia em que o São Paulo foi campeão mundial pela primeira vez, meu pai que já estava meio adoentado falou "agora posso morrer feliz porque ví meu time ser campeão do mundo", ele morreu quatro anos depois e conseguiu ter mais algumas alegrias futebolísticas ainda bem...
Não adianta, depois que a gente escolhe um time pra torcer e a paixão bate em nosso coração, acabou! O nosso time sempre vai ser o melhor e a gente sempre vai arrumar algum motivo pra justificar nossos pontos de vista e essa discussão será eterna e nunca nenhum torcedor quando estiver numa conversa com algum torcedor de outro time principalmente um rival vai dar o braço a torcer e falar que realmente o outro time tem alguma qualidade melhor que o seu.
Eu tive várias decepções e derrotas marcantes com meu time, uma final da copa do Brasil em que o Cruzeiro fez o gol no finalzinho do jogo e foi campeão, o gol do Fluminense no último minuto em um jogo da libertadores que eliminou meu time, a derrota com um gol do Biro-biro no meio das pernas do meu goleiro na final do paulistão de 82, a derrota nos penaltes pro Velez Sarsfield da Argentina na final da copa libertadores e por aí vai... Mas com certeza eu tive muito mais momentos felizes e agradáveis torcendo para esse meu time do coração... O último foi ver meu goleiro fazer 100 gols e ainda em cima do Corinthians, hahahahaha como foi bom...
E tem mais uma coisa, o futebol não é só bom quando nosso time ganha, ele é muito bom e gratificante quando os rivais perdem... Ver o Corintians perder pra um tal de Tolima que é de um pais que nem sei onde fica foi muito legal, eu era tolimense desde criancinha! Pode jogar Santos, Palmeiras e Corintians contra Marte que eu sou marciano desde sempre... Assim é o futebol...
Ainda bem que minha esposa gosta de futebol, entende um pouco e o melhor de tudo é sãopaulina... O que a deixa mais linda ainda...
Mas acho que a paixão no futebol nunca deve passar a linha da brincadeira e gozação e virar violência, isso nunca pode acontecer... Eu tiro sarro de todo mundo e brinco muito "pois meu time quase nunca perde", mas quando acontece um desastre o mundo inteiro se lembra de mim, hahahaha, mas isso é bom demais...

19 comentários:

  1. Apesar de nada entender de futebol,adorei tua crônica bem divertida,humorada e escrita!

    Aqui em casa os "guris" adoooooram e as tardes de frio, viram um inferno pois olham jogos até da pqp...que passem na tv...rsrs Linda semana,abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi André!
    Nossa valeu pelo comentário1 Eu gosto muito de filmes..tenho o hábito de assistir o mesmo filme mais de uma vez e sempre procuro interpretá-lo para tentar entender o que o diretor quis passar...valeu mesmo!!!

    Ah eu não curto futebol mas acho que entendo a paixão dos fanáticos...afinal assim como eles são fanáticos por futebol, eu sou fanática por animes =p

    Aproveitando curti seu post do Judas fazendo o serviço correto. Ora o que seria do heroi sem o vilão? É como O Super Man e Lex Luthor: Luthor diz que se não fosse por ele o Super Man não seria ninguém..e isso é verdade.

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não curto futebol,Andre,mas respeito a paixão de grande maioria.Acho o fim da picada jogadores que ganham milhões pra correr atrás de uma bola e fazer gols e médicos dos SUS que tem a vida da gente em suas mãos ganharem uma miséria.Uma discrepância absurda!
    Mas...como sempre,vc é ótimo no que escreve!
    Boa semana,bjkas

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente uns partem pra brigas =/
    sou louca por futebol e fanática pelo meu time.. discuto com amigos e tudo mais, mas num limite "saudável" rs

    ResponderExcluir
  5. EU NÃO SOU MUITO DE FUTEBOL, MAS NÃO TENHO NADA CONTRA QUE TORCE. EU CISMEI DE FUTEBOL PORQUE ERA CORINTHIANO, E O FI DA PÉ SÓ PERDIA. SE EMPOLGUE COM ISSO??

    ResponderExcluir
  6. É muito triste ver as brigas que acontecem dentro e fora do campo, do estádio.... lamentáve isso!

    ResponderExcluir
  7. Achei que as imagens que ilustram o post foram muito bem escolhidas. Aplausos!

    \/ /\ \/ /\!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu já fui atleticano chato.. depois de uma final do galo e cruzeiro.. prometi pra mim que nunca mais ia ser fanatico.. hoje.. eu prefiro jogar uma pelada q assistir uma final de campeonato.. desliguei do futebol completamente..

    Andre.. vc tem um grande defeito.. torce para um dos piores times..rs.. e seu time nunca perde?! ..rs.. Sera mesmo?! ..rs..

    ResponderExcluir
  9. Oi,Andre,respondendo ao teu ultimo coments no blog,tenho 18 historias escritas,não chamo de livro pq ainda nao publiquei.Tô na batalha pra isso. Agradeço por vc estar lendo e dando tua opinião.O Metendo o pé na Jaca são historias que a galera começou a me mandar para o blog,e "dizem" elas serem reais...rsrs.Escrevi o ano passado,e ela estava inteira no blog.Era difícil da galera ler pq olhando era enorme.Então desmembrei os capítulos e estou postando um por semana.
    Valeu pelo apoio,e obrigada pela atenção.Se um dia eu conseguir publicar um com certeza avisarei a todos os amigos.
    Bjk

    ResponderExcluir
  10. Fala André,
    Futebol quando "discutido" entre pessoas que sabem conversar e não levam seu fanatismo à falar bobagens, é extremamente agradável.
    Sou contra as pessoas que dizem que Futebol, Política e Religião não se discute. Isso é uma baboseira sem tamanho. Se discute sim.
    O problema é quando extrapola o bom senso e o fanatismo acaba falando mais alto.
    Contra isso é simples: ignorar. simplesmente ignorar e mudar de assunto.
    Hoje em dia as torcidas organizadas estão ajudando e muito a afastarem as famílias dos estádios.
    Amigo, já estive em Fla-Flu no Maracanã com 150 mil pessoas e não havia brigas.
    Qualquer fanatismo deve ser eliminado.
    Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  11. ahauhauah
    Legal sua postagem.
    Eu sou Flamenguista, mas não ligo mto pra Futebol. Gosto de torcer mesmo é pro Unilever, a equipe feminina de Vôlei do Rio de Janeiro. Quando elas estão em quadra sim, eu sinto tudo isso aí que você falou. Odeio as jogadoras da equipe rival, mesmo que eu já as tenha amado quando defendendo a minha equipe; e amo as mesmas que eu odiava quando jogadora das equipes adversárias (principalmente o Osasco).

    Agora elas vão disputar novamente uma final. E eu não vejo a hora de poder, numa tacada só, comemorar o título pro Rio e a derrota do Osasco.
    Pela sexta vez... vai ser bom Demais!

    Go Unilever!!!!
    Abraços!!!

    http://cafeeagua.blogspot.com
    http://redutonegativo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. A paixão pelo futebol é algo sadio, mas infelizmente para algumas pessoas torna-se algo extremado, é o caso dessas torcidas organizadas, que na verdade grande parte de sua maioria, 99,99% são bandidos travestidos de torcedores e que promovem violência gratuita.

    Torço pelo Santa Cruz aqui em Recife, mas nem me pagando vou a um estádio de futebol torcer, me limito a assistir pela TV. Também abomino discussões tolas a respeito de futebol, acho que as gozações fazem parte, mas que não deveriam ser levadas à sério.

    Boa postagem André, parabéns e abraço.

    ResponderExcluir
  13. Oi, muito bom seu blog, gostei mesmo, estou seguindo já , se puder segue o meu:

    http://comentariocriticoo.blogspot.com

    Ei e se puder divulga meu blog como parceiro do seu, que divulgo o seu lá no meu.

    ResponderExcluir
  14. n so mt fa d futebol mais adoro esfregar na cara dos outros quando meu time ganha,hehehe

    http://i1s2.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. André o/
    Obrigada!!!! Ah sim..ás vezes acho que eu penso demais...Sério? Vou ver esse filme, também gosto muito do Jean Reno!

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. É, meu amigo, paixão por um time é coisa de louco. Meu esposo é apaixonado pelo Santos e isso, de certa forma, tb me influencia. Amo ir pra Vila com ele e vibro como se torcesse pelo Santos desde pequena (o que n aconteceu). Meu irmão, lá de Recife, é louco pelo Sport e quando me viu de camisa do Santos quase teve um ataque kkkkkkkkkkkkkkk falou que eu tava envergonhando ele e que eu seria deserdada =P rsrsrsrsrs

    Super apoio o que vc disse no final do seu texto. Acho que paixão e violencia são coisas que n caminham juntas. Torcedores que espancam, que matam por rixas de futebol são na verdade, criminosos. Tb fico revoltada com os que se dizem torcedores e quebram os estádios e agridem os jogadores quando perdem algum campeonato importante. Sentir raiva é normal, mas partir para isso já é vandalismo.

    Um forte abraço e te espero lá no blog ;)

    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Sou maluco ou maluca?

    Ou tanto faz?

    ResponderExcluir
  18. Bom, é por isso que eu gosto do amigo, tem um bom gosto refinado! ;)

    Essas vitórias inesquecíveis do São Paulo eu também acompanhei, de madrugada, com a praga do cunhado corintiano que eu tinha na época, que ficava torcendo contra, rogando para todos os santos de plantão, lmebro-me como se fosse hoje! :)

    Concordo plenamente com o amigo, e apesar de não acompanhar tanto o futebol, abomino todos os tipos de violência que seus clássicos resultam, isso é anti-esportivo demais!

    Abraços renovados!

    ResponderExcluir
  19. Paixão por Time eu conheço...e como conheço. Aqui em casa mora um Flamenguista, que além de torcer pelo time,faz Estágio no "Mais" - Jornal do LANCE - onde é responsável pela parte do Flamengo.E pior de tudo, como moramos em uma rua sem saída e pequena, todos os garotos e homens torcem para o Flamengo; dia de jogo do Flamengo, fica impossível de se fazer qualquer coisa, pois eles ficam das janelas se comunicando aos berros e quando o Flamengo ganha vão todos para a Rua e é só carnaval e brincadeira, quando ele perde, é choro, eles choram mesmo. Mas são bons meninos e como você pregam a Paz. Lendo sua crônica estava vendo meu garoto e o seu entusiasmo tão parecido, até o vocabulário é igual... Nessa hora vocês garotos são todos iguais, a diferença é o time. Sua crônica legal como sempre.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!