sábado, 2 de abril de 2011

Conheci um filósofo...

Hoje na loja em que trabalho estava uma correria, cada vendedor estava atendendo mais de um cliente, as pessoas chegavam e eatavam com pressa (como se isso fosse novidade), e queriam ser passadas na frente das outras (como se isso fosse novidade), e as vezes até tratavam a gente como se fôssemos o mal do mundo todo (como se isso fosse novidade).
Chegou um casal na loja e outro vendedor amigo meu é que foi atender, eles vieram com três crianças, uma menininha, um menininho de uns 5 anos e o José Estéfano, outro menininho de 7 anos, os três eram hipe-hiper-super-ultra-ativos e começaram a brincar de policia e ladrão, pega-pega, esconde-esconde, e tudo mais o que o mundo da criança permite brincar.
Eu estava sentado em uma das mesas do show-room atendendo um casal (de dois homens, mas isso já é normal hoje em dia), quando um dos menininhos chegou perto de mim e falou: - Tio, me dá uma folha pra eu desenhar? - Eu dei a folha pra ele, pra irmãzinha e pro irmãozinho desenharem.
A correria do dia continuou e o menininho que depois fiquei sabendo que se chamava José Estéfano pegou amizade com a Gleici, uma mocinha fofoléte que trabalha no caixa, o José começou a desenhar pra ela, pros meninos que trabalham na expedição, e pra nós vendedores. Quando eu acabei de atender o casal (de dois homens, mas isso já tá comum hoje em dia), o movimento estava mais calminho, então eu fui até o caixa pra ver os desenhos do Jose Estéfano e comecei a conversar com ele, então ele deu uma gaguejadinha e falou assim: - Eu estava achando esse lugar feio porque minha mãe e meu pai não me deixaram escolher nada que vai por lá em casa, mas agora eu estou achando esse lugar bonito porque vocês são meus amigos e brincaram comigo. Os amigos tiram as tristezas da gente!
Caramba! Eu conheci um filósofo! O José Estéfano do alto da sabedoria doce e sem maldade dos seus 7 anos falou a melhor frase que eu escutei nos últimos tempos!
Os amigos tiram as tristezas da gente!
Olha só, ele estava se sentindo excluído pelo pai e mãe, estava associando isso à imagem da loja, e depois movido pelo carinho das pessoas que trabalham alí deixou que a tristeza fosse tirada do coraçãozinho dele... Essa foi uma grande lição que aprendi hoje! Deixar que os amigos ajudem a tirar as tristezas do nosso coração!

35 comentários:

  1. É andrée a filosofia está, muito contrário do que as pessoas pensam, nas coisas mais simples e ingênuas...Ele realmente é um filósofo, nossos amigos substituem a velha e ´pertimente tristeza !!
    Bom post Parceiroo!
    http://essenciaego.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. André, muito legal a experiência que você descreveu e sentiu "na pele"... Acredito que são experiências como esta aqui que nos toca e nos faz repensar muita coisa. Os amigos, aqueles verdadeiramente amigos, são aqueles que contamos nos dedos. Mas, às vezes, nem importa se conhecemos ou não. Eles simplismente nos escutam e nos ajudam a crescer e como diz o garotinho: "Os amigos tiram as tristezas da gente!" Muito interesante sua atitude, André! Gostei muito de ler sua postagem aqui. Valeu!
    http://opequenoser.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Puxa!!!Que grande ensinamento essa criança conseguiu passar...

    Mesmo num lugar que não esteja nos agradando, (pelo motivo que seja), as coisas podem mudar se olharmos e notarmos um amigo que nos oferece palavras e atenção...

    LiNDO TEXTO e observação essa tua! Adorei e as crianças nos ensinam nas menores coisas!

    Lindo domingo, abração,chica

    ResponderExcluir
  4. Caramba, gostei do seu post.
    Belo blog, parabéns.
    Abraços,
    Depois dê uma olhada no meu blog: www.cotidianoduplex.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. As crianças são simples e diretas, sem subterfúgios, sem fingimentos, sem máscaras.
    A criança é um ser puro, sem malícia, sem segundas intenções, dizer o que realmente sente e expressar de modo franco a mente.
    Belo Post Andre!
    Abraços e Ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  6. Adoro crianças e suas tiradas. Eles sempre nos impressionam com a sinceridade e simplicidade dos comentários.
    Outro coisa que gosto muito é sua versatilidade de pegar fatos cotidianos e corriqueiros e transformar em ótimos posts.
    inté.

    ResponderExcluir
  7. puxa, gostei de mais desse post...
    e esse garotinho disse a pura verdade.
    abraços
    se de olha o meu http://biazinah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. AI ANDRE
    EU NAO POSSO NEM ARGUMENTAR
    MESMO ESSAS CRIANÇAS SENDO UMAS PESTES AS VEZES QUANDO FAZEM QUALQUER COISA BOA JÁ DESARMAM A GENTE
    ACHO Q O Q ESTA FALTANDO PROS ADULTOS É UM POUCO DESSA CAPACIDADE INFANTIL DE SÓ DIZER O Q SENTE ;D

    http://falandosobreall.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Depende dos amigos,alguns ate tiram a tristeza,mas muitos te causam tristezas.
    Belo post Andre!
    Logo,logo teu Ping POng ta na area ok?Ja te disse que adorei?rsrs
    Bom domingo,bjka

    ResponderExcluir
  10. Mais um ótimo texto (como se isso fosse novidade).
    Pois é, as crianças enxergam coisas que os adultos não vão entender nunca. Nós adultos, muitas vezes esquecemos que um dia fomos crianças.
    A nada mais bacana do que ir à algum lugar e se sentir bem, se sentir uma boa companhia.
    Belo exemplo.
    Abraço e ótimo domingo pra você e família.

    ResponderExcluir
  11. Que fofo! E ele desenha bem! haha =D

    ResponderExcluir
  12. Oi André! Prazer em conhecê-lo!

    Agradeço por ter lido o Ping Pong no blog da Emi, e aproveito para esclarecer sua dúvida... rs

    Sim, é possível!Fofoca é falar mal de coisas que não gostamos dos outros. Intriga é jogar uma pessoa contra outra usando a fofoca.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  13. Uma grande verdade que, apesar de ter sido mencionada por uma criança, não tem nada de infantil. Os amigos tem mesmo esse dom! Afastam a tristeza e ainda podem povoar nossa vida e alegrias.
    Boa semana, André!

    ResponderExcluir
  14. "Quem tem um amigo, tem um tesouro"

    As crianças são muito autênticas e nós já fomos crianças um dia também...

    Gostei Andre, de verdade...

    ResponderExcluir
  15. Meu amigo (sinceramente?)você esta precisando de um filhinho(a).
    Sei que logo terei um sobrinho neto.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo4.4.11

    André, o texto está até bacana, eu só acho que devería melhorar algumas questões gramáticais, eu sei que criadores e mantenedores de blog e inclusive os mais puros bloggers, tem a idéia de estarem sempre corretos e alinhados.
    Mas o seguinte, teu texto se torna um pouco cansativo quando você começa a usar demais os parênteses '(' .
    Você colocou '(como se isso fosse novidade)' mais de uma vez, isso se torna cansativo no texto.
    Um conselho, faça uso de expressões intra-colunais usando o hífen '-' ao invés de parênteses, seu texto irá ficar bem mais legível e mais apreciável na leitura.
    É só um conselho, espero que tenha a humildade de repensar nisso.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Bicho, esse muleke vai ser mais um grande blogueiro brevemente, tem sensibilidade, sentimentos, percepção das coisas, um artista.
    Como desenhista, não sei não, kkkkkkkkkk.

    Mas muito legal lições como esta quando são passadas pela ótica de uma criança que enxerga o mundo com um coração limpo e isento de mazelas como nós adultos, muito legal teu texto André.

    Abração pra tu e a tua entrevista rendeu, muitos acessos e o carinho que o pessoal demonstrou para contigo foi impressionante.

    ResponderExcluir
  18. Ao senhor anônimo, eu achei muito bom e importante a sua opnião, vou repensar sim sobre o que vc falou, obrigado.
    Eu quiz repetir aquela frase entre parênteses para ficar engraçado, mas olhando pela sua ótica vou repensar sim.
    Valeu.
    Ah e não precisa escrever anônimamente não, porque críticas construtivas são sempre muito bem vindas!

    ResponderExcluir
  19. André, brigadão por dividir essa história com teus leitores!
    É... os amigos tiram a tristeza da gente... e por que tu acha que sempre dou uma pessada por aqui??????? Bjãooo

    ResponderExcluir
  20. Ahhhhhhh... quanto aos parênteses no texto acima... eu achei ótimos e bem colocados! rsssssss Deram leveza e humor à linguagem, no meu entender.

    ResponderExcluir
  21. Amigos são mesmo bençãos que Deus coloca em nosso caminho. Definitamente n sei viver sem os que tenho. Eles tiram mesmo a tristeza daqueles dias maus e nos ajudam (sem nem mesmo saber muitas vezes).

    Um forte abraço, meu amigo.

    Tenha uma semana abençoada!

    Te espero lá no blog ;)

    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Os amigos tiram a tristeza da gente, achei fantástico!!!!

    Voltando ao texto sugerido. Vc pode me dar um emprego nessa loja? Vejo que, além de venderem bem, as pessoas são felizes....

    Adorei amigo André!

    http://ideiasnoalmaco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Oi Dedé, muito boa a tua entrevista, li algumas vezes.
    Sobre este post, que belíssima lição de filosofia deste garoto e que traço bom, heim?
    Muito bem elaborado o teu texto e tua sensibiliddade.
    Abração e ótima semana amigo!

    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Concordo, crianças do alto de toda a sua pureza sempre conseguem alegrar o nosso dia.

    Um beijo.

    Misunderstood

    ResponderExcluir
  25. oi andre! que linda que é a simplicidade das crianças.... E é isso que vale a pena nessa vida: simplicidade.Mas vc sabe o que é mais curioso? Eu conheço o Jose estefano e td a família dele! Achei fantastica a sacada dele,pq realmente quem nao tem amigos esta fadado a uma solidao sem fim... Entao sejamos tds verdadeiros amigos uns dos outros.

    ResponderExcluir
  26. Valeu André pelas dicas de bandas lá no blog. Logo estarão na programação da rádio.
    Sobre sua postagem, já fiz meu comentário.
    Mas é sempre um prazer passar por aqui,
    Grande abraço e ótima tarde.

    ResponderExcluir
  27. Nossa... André, estou abismado com esse tipo de filosofia vindo de uma criança. Bom isso, sinal que tem salvação para o mundo. lol.
    Cara... ótimo comentário sobre o meu texto. Espero que volte mais vezes. Estou te seguindo. Pena que não tem nenhum anúncio para eu dar um clique pela postagem muito bem redigida.
    Um abraço e muito sucesso para você.
    Espero que volte mais vezes.

    ResponderExcluir
  28. crianças conseguem alegrar o nosso dia.
    Achei fantastico o post em si realmente quem nao tem amigos nao tem nada.

    ResponderExcluir
  29. André \o/
    Certamente os cosplayers não gastam graninha não...o deles é muita grana mesmo! Ah eu já tinha entendido o que vc queria falar sobre meu blog mas falei só pra encher o saco rs. =p Pode ficar sosegado porque escrever sobre PT e Corinthians....se isso acontecer um dia, podem me colocar numa camisa de força e me levar para o sanatório!

    E nossa, eu fiquei admirada com o José Estéfano também e concordo plenamente com ele. Os amigos tiram as tristezas da gente.

    Sim, sim...eu tenho maigos sensacionais que parecem emergir quando eu mais preciso. Não fisicamente porque isso é difícil, mas ás vezes estou pra baixo e um deles me liga, me deixa recado na net..considero amigos também aqueles que comentam no blog. Pode parecer exagero mas muitas vezes forma os comentários que me salvaram de um dia estressante de trabalho!

    Vc trabalha em uma loja de móveis né? Atender um casal de homens é normal hoje mas mesmo assim ainda é um pouco incomum rs.

    bjs!

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. muitos dizem que crianças são as vozes de Deus,,,para conosco na terra...as vezes se pararmos para ouvir...uma criança...podemos aprender muito...

    ResponderExcluir
  31. André, bom demais seu blog...

    O conteúdo vai além do senso comum...parabéns!!!

    http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Posso discordar? Se posso, lá vai:
    1-Você escreveu corretamente quando colocou os parênteses para destacar os apostos. Poderia ter usado o travessão ou a vírgula, também.
    2- Nós estamos em plena implantação da reforma – união de todas as Línguas Portuguesas faladas no mundo - a partir de 2012 a reforma será implementada.O Português falado no Brasil sofreu algumas alterações, entre elas o hífen que tem agora, na nossa Língua, regras muito específicas para seu uso.
    3-No caso de destaque do aposto, nunca usamos hífen. O hífen era e será usado na união de palavras somente.
    4-Quanto a colocação “intra colunais” não conheço. O prefixo “in” – “tra” quer dizer dentro, interior e “colunais” eu não conheço e os dicionários Michaelis e Luft não encontraram significado para essa palavra. O Aurélio não consegui acessar. Acredito que houve um erro de digitação.
    5-Seu texto tem ritmo, dado inclusive pelos apostos superbem colocados, que dão o tom de humor característico de seus textos que agradam a 30, 40,60...leitores fiéis, como eu.
    6-Você é um menino tão carinhoso, delicado e educado que acredito que humildade não lhe falte. Mas nesse caso você não precisa dela, pois a crítica é por gosto pessoal e gosto não se discute. Eu gosto de todos os seus “parênteses”, da cor amarela, da cor vermelha, do AKON, do Nando Reis, de dormir tarde, de acordar muito tarde, de andar na rua (não me procure em casa, quase nunca estou), do Botafogo no Futebol, de lojas (Ahahah... até de supermercado), dos meus filhos, do meu Poeta, e um montão de coisas mais... Viu só? Muita coisa não bate com o gosto de milhares de pessoas... Gosto é gosto e cada um tem o seu...
    Suas crônicas são o máximo eu adoro.

    ResponderExcluir
  33. Um blog paar visitar sempre!
    Parabéns!

    http://villacosmetica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. André:
    Não me aprofundei na critica que lhe fizeram, mas observei que você entendeu e aceitou de bom grado mesmo porque a pessoa foi educada e você é um cara cabeça.
    Não sei se a critica tem fundamento ou não mesmo porque não sou a pessoa mais indicada para isso, no entanto vale pensar que muitas vezes é melhor uma critica do que tapinhas nas costas e falsas bajulações.
    As criticas nos tornam mais atentos e nos faz tentar melhorar cada dia mais...é chato mais é a realidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  35. Eis que se o mundo fosse governado por uma criança, a felicidade seria a meta!

    Concordo plenamente com o seu amigo e pequeno filósofo, os amigos de verdade servem justamente para isso: para plantar amor!

    Abraços renovados e parabéns pela ótima postagem!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!