terça-feira, 3 de outubro de 2017

Aperte o play, e sinta o gosto da agua...





Gosto de sentar quieto e escutar blues. Também gosto de rock.
Gosto de ler um bom livro, assistir um bom filme, escrever contos, crônicas e livros... Gosto de desenhar.
Gosto de tudo isso, mas a vida pede outras coisas.
Nossa vida cobra coisas da gente, que até fazemos com prazer, mas, com o prazer da obrigação!
Eu tenho prazer um cuidar da minha esposa, do meu filho, de atender meus clientes, de sair cedo, trabalhar o dia inteiro e chegar em casa à noite exausto, sem vontade de escutar blues, sentar e escutar rock, ler livro, assistir filme, desenhar ou escrever.
Respirar, as vezes a gente respira, olhar à volta, as vezes a gente olha. Sentir o gosto da agua, da comida, da bebida. Sentir o cheiro do sabonete, da flor, da manhã... As vezes a gente sente!
Mas quando a gente se pega sentindo esses sabores da vida, logo o relógio avisa que não há tempo para essas bobeiras.
O relógio avisa que a vida está cobrando desempenho, e cheiro de sabonete não ajuda em nada. Os minutos cobram resultado, e respirar não ajuda em nada.
Gosto de sentar quieto e escutar blues...
Também gosto de rock, e de respirar. Aliás, eu tenho que respirar.
Gosto de abraçar minha esposa, meu filho, minha mãe.
Gosto de abraçar minha cachorra e fazer cafuné na barriga da minha gata...
Tenho coragem de assumir, mesmo que à contragosto minha condição de ser vivente dependente da engrenagem maligna das obrigações. Às vezes me engano me achando feliz demais, e as vezes, me engano me achando triste demais.
Quando dá, sento quieto e escuto blues, respiro e sinto o gosto da agua. Mas quando não dá, vou fazendo parte da engrenagem e vivendo, afinal, também existem os prazeres da obrigação...





13 comentários:

  1. Adorei do início ao fim,André... A correria da vida pode até nos tirar o tempo de tantas coisas legais fazer, mas precisamos nos permitir tempinho pra parar e escurar sons, música, ler, nada fazer se for o caso. Adorei a música. Faz bem à alam! Esqueci o nome do teu cachorro! abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Chica!
      Pode deixar que não vou falar pra Frida que você esqueceu o nome dela!

      Excluir
  2. A engrenagem nos tira desses prazeres, não é? Somos parte dela e não dá para sair, o importante é que os poucos momentos, co ma esposa, com o cão, ogato, com o blues, o rock, os livros, sejam vividos intensamente e com amor. Assim abranda o efeito da engrenagem. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E que engrenagem danada né Carlinhos!!!

      Excluir
  3. André escrevi um comentário, e entretanto fui atender o telefone e não o vejo. Será que se perdeu?. Volto à noite, e se não estiver, comento de novo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Que lindo texto, verdade isso, mas a gente precisa reaprender a sentir a vida quando isso está já quase se afastando por causa da correria e das obrigações!
    A Vida nos dá e também tira, sendo assim meu amigo, se dê, continue a curtir tudo o que te dá prazer, adoro curtir e curto tudo ainda, pois cada dia é único!
    Amei ouvir esse lindo vídeo, me dei esse momento por aqui!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Ivone!!
      A gente tem que ser dar essas oportunidades!

      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  5. Ótimo texto e excelente instrumental do video!

    Blog: O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
  6. Olá, navegando em blogs amigos, lhe encontrei e vim conhecer seu blog, amei e estou seguindo. Lhe convido a conhecer o meu, se gostar seguir, ficarei feliz. Tenha um dia abençoado e feliz.

    ResponderExcluir
  7. Obrigações e prazer
    É a senoide da vida
    A oscilar parecida
    Com ondulações a descer

    E a subir por dever
    Intrínseco de toda a lida
    Do ser que é parecida
    Com a vida que tem o ser

    Ao blues e há tempo, então,
    De marcha, samba, baião,
    Opereta, valsa e rumba.

    E a vida a oscilar em vão,
    Vai no vai da valsa e irão
    Nossos sonhos até a tumba.

    Grande abraço, amigão. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou melhor que a postagem!!!

      Excluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!