quinta-feira, 4 de abril de 2013

O Ovni e a pinga...




Uma vez eu ví um objeto "avuadô" não identificado... Mas eu tinha tomado umas cagibrinas, numa época em que eu tomava muitas cagibrinas... Então não posso atestar com a mão sobre a Bíblia e nem jurar "por essa luz que tá me alumiano" como fala minha mãe.
Era finalzinho de tarde num domingo, acho que era horário de verão, porque apesar da missa das 18 horas ter acabado, o dia ainda estava meio claro.
Eu vinha com minha motoca muito doida, fumacienta e barulhenta, em direção contraria das pessoas, que saíam da missa. Se bem me lembro, eu havia ficado a tarde toda num churrasco na casa de uma tia, e nesse momento estava indo buscar uma namorada na casa dela.
Numa quina de quarteirão, tipo uma pracinha cercada por alambrado, existe até hoje a antena da Rede Globo, que retransmite o sinal dessa emissora de TV aqui pra minha cidade. Quando virei a esquina, e saí de frente com essa antena, eu ví uma luz que circundava hora em alta velocidade, hora mais devagar, o topo da torre. 
Eu parei minha motoca, retirei o óculos, esfreguei os olhos, coloquei o óculos, desci da moto e fiquei olhando para aquela luz. Nesse momento, um rapaz que vinha andando na calçada saído da missa, passava por mim de cabeça baixa. Eu olhei pra ele e falei com vóz levemente alcoolizada:
- Ei parceiro! Você está vendo aquilo alí no alto da torre também?
O cara olhou pra cima e depois com uma cara de assombrado saiu correndo disparadamente até sumir virando a esquina.
O pior é que a tal luz parou estática bem de frente pra mim e de repente, sumiu fazendo um risco de luz no céu...
Eu pensei assim: "Bom... Essa luz deve ser aquelas caipirinhas que o tio Valdir fez... Só pode ser!"
No outro dia eu lembrava do acontecido, mas não tinha certesa cem por cento. Então eu esqueci do caso e resolvi não comentar com todo mundo. Ainda mais naquele tempo que eu era meio maluquinho as pessoas iriam tirar sarro de mim.
Ontem uma pessoa entrou na loja onde eu trabalho e eu fui atendê-lo. Eu tinha a impressão de que já tinha visto aquele cara em algum lugar. Então como sou curioso pra caramba, perguntei de onde eu o conhecia. Ele me respondeu assim:
- V... Você n... Não se lembra de mim?
Eu vi aquele cara gaguejando e tremendo e logo pensei: "Ixi... Aí vem bomba." Mas resolvi respondê-lo:
- Não... Não me lembro de você com certeza. De onde a gente se conhece?
Ele olhou com um olhar de envergonhado pra mim e falou:
- A uns vinte anos atrás, você me parou na rua, em frente a torre da Globo e me mostrou um disco voador!
- Caraco! - Falei eu em voz alta e com um grande sorriso na minha cara feia. - Você existe mesmo! Não é coisa da minha imaginação! Puxa... Como é seu nome?
O homem deu um passo pra trás e apenas disse:
- Esquece essa história... Eu acho que aquele dia eu estava bêbado!
- Como assim? - Eu falei. - Você não estava saindo da missa?
- Não... Eu estava saindo do butéco da esquina...
O cara me falou isso, deu meia volta e foi embora... Não quiz entrar em detalhes comigo e nem me deu mais atenção... 
Puxa vida! Que droga! 
Será que existe objeto "avuadô" não identificado movido a cachaça? Agora fiquei na dúvida...

22 comentários:

  1. Olá meu amigo, bom dia! Hj resolvi não fazer nada antes de ir trabalhar. Ou melhor, fazer sim, algo importante: visitar os amigos!
    Nossa! O que uma cagibrina não faz hein! kkkkk!!!
    Eu acho que avoados estavam vcs dois!!!rsrsrs
    Muito boa a história!
    Um grande abraço, que Deus o abençoe.
    Adelisa.
    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Repete a cena! Kkkk
    Entorta todas e vai até a antena! Quem sabe?! Kkkk
    Morri de rir!

    ResponderExcluir
  3. rsssss...Tu és criativo mesmo! Adorei e a dúvida acho que vai continuar!!!rs abração,chica

    ResponderExcluir
  4. Oi menino
    Não sei porque, todo mundo que fuma baseado também vê disco AVOADÔ. Para de beber menino rsrsrsrsrsrs
    Abração

    ResponderExcluir
  5. Xiiiii.... parece que já vi esse filme antes!! Tinha um amigo que depois de ter bebido umas boas quantidades de cerva, ficou vendo uns"AVOADOS"!! kk
    Adorei André!
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Dedé,meu amigo
    risos...sabe o q eu penso? depois que bebem , alguns tem vozes na cabeça, e outros gosto por fantasias... E uma crença qualquer. Quem quer realmente afogar na pinga, vai mesmo ver o q até Deus duvida...
    Obrigado pelo carinho de sempre
    Boa tarde
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Fala Mansim, beleza?

    Que história hilária, de matar de rir! rsrs

    O fato é que quase nunca se precisa de pinga para ver coisas esquisitas no céu, muita gente vê mesmo de cara bem limpa. Muitas dessas coisas não merecem o menor crédito, mas outras merecem um pouco de investigação. Felizmente temos instituições científicas no mundo como o SETI (search for extraterrestrial intelligence) que trabalha sério para investigar esse tema polêmico e descartar as fraudes e enganações. Se todas as crenças humanas fossem submetidas a esse tipo de rigor para terem crédito, acho que poucas delas escapariam do ridículo rsrsrsrs O ser humano é um bicho muito curioso.

    Grande abraço meu chapa.

    ResponderExcluir
  8. Hahahaha... To aqui imaginando a cara dos dois cachaceiros olhando um pro outro 20 anos depois sem acreditar naquela coincidência, rsrs

    Muito boa a história, Mansim, parabéns!

    Abraços e até mais

    http://palavrasdevalquiria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sou o OVNI E A PINGA.

    Muito bom.

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do texto. Está de acordo com o post do meu blog. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  11. Misericórdia, o que a cachaça não faz com o ser humano, né? Ainda bem que você não foi abduzido definitivamente, senão não estaríamos lendo esse testemunho.

    você sonha com isso ainda?

    Tô tirando onda, mas acredito, viu? Acredito que a cachaça era forte que só!

    Hahaha... Bem massa!
    Beijo, André.

    ResponderExcluir
  12. Dedé, meu amigo, tudo bem?
    pois é, consegui vir por aqui!

    Hoje em dia, acho que é mais fácil eu ver um OVNI do que bloggar haha
    E olha... tem gente que vê tudinho sem precisar pinga, cigarro ou seja lá o recurso que for; e a contrário, tem coisas que estão na cara dos viventes e eles não enxergam, por exemplo: alguma maracutaias que nossos políticos fazem..., mas isso é outra história! :)

    Um abração para vocês e um beijinho especial no Samuelzinho!
    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  13. Háhahahaa, muito bom.
    O melhor, é que eu li com uma voz interna bem arretada mesmo.
    E o melhor, pensei que você iria me dar uma certeza "Sim, eu vi". Que pena! Essa ficou pra lenda.

    Gostei.

    http://amanda-dm.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Poxa André, essa discussão de disco voador ou objeto não identificado é um assunto que dura até os dias de hoje. Mas, movido a cachaça é a primeira vez que ouço falar. Brincadeiras à parte, sincera e honestamente, se tem um assunto no qual ainda não formei uma opinião definitiva, o assunto é esse. André, deu pra rir, mas provoca a discussão em torno desse assunto que sempre está em debate. Um grande abraço meu caro.

    ResponderExcluir

  15. rsrsrsrsrsrs...
    As cagibrinas eram da boa, hein?
    É bem possível que vocês tenham visto um disco voador, por que não? rsrsrs
    Ainda bem que vocês não foram abduzidos.
    Ri demais do seu texto, André.

    Abraço e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  16. KKKKKK...muiiiiiiiito bom!! Tú é o cara meu amigo!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. heheheheheheh!!!!! Nunca vai saber! Dois viram, mas ambos estavam mais pra lá do que pra cá. Bjs.

    ResponderExcluir
  18. eu gostei, ficou bem humorado com tom realistas, existem muitos óvinis bebados por ai ;) bacana mesmo, e bem escrito, André.



    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. opsss tons realistas, eu quis dizer.

      Excluir
  19. ps: só arruma o "com certesa" do texto para " não, não me lembro de você com certeZA", errinho de digitação, acontece, é que leio com atenção né, ai achei esse erro e achei legal te avisar, afinal o texto está tão bem escrito, que não custa deixa-lo perfeito... depois exclui isso ;) rsrs att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Kelly! Eu sempre escrevo certeza errado! Hahahahahahahaha.

      Excluir
  20. É você é modesto kkk não existe óvni visível só a base etílica, grande parte das visões tem uma fumacinha que envolve Fabio Junior já viu óvnis na Bahia da Guanabara.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!