domingo, 21 de abril de 2013

Leke-leke, BBB, Marcos Feliciano, Neymar e aquele coreano que dança pulando




Eu ví um sabiá cantando na jabuticabeira que tem no fundo do meu quintal. Enquanto apreciava o canto do bixinho eu tive uma idéia: "vou falar sobre o sabiá e a jabuticabeira no meu blog". 
Depois olhei pra Frida, minha cachorra, que também olhava o sabiá, e percebi que apesar dela parar uns três ou quatro segundos olhando o passarinho cantar, lógo, lógo, ela saiu abanando seu rabão e foi brincar com a Chambinha minha gata!
- É... - Pensei eu novamente, só que agora em voz alta. -  Se eu falar do sabiá e da jabuticabeira no meu blog, certamente muitas pessoas não vão se interessar, não vão ler a postagem até o fim, ou após lerem não vão querer comentar!
As pessoas estão ligadas em outras coisas hoje em dia... Infelismente, coisas que tinham valor antigamente, hoje em dia não tem mais valor algum. As pessoas querem mais é que o sabiá se ferre, e nem sabem como é um pé de jabuticaba! 
As vezes eu acho que devo estar ficando velho, apesar de ser um cara super atualizado com tudo o que acontece no mundo. Mas sinceramente eu não consigo dar valor a musicas do tipo Leke-leke nem a programas do tipo do BBB. 
Se eu fosse aqui ficar falando de como é belo e tranquilo me sentar á tarde debaixo dessa jabuticabeira e apreciar o por do sol, visto da varanda de minha casa, uma meia duzia de velhinhos assim como eu, iriam vir aqui e falar da saudade dos tempos de criança... 
Falar de cultura e dos prazeres da vida, parecem assuntos proibidos até na imprensa, eles viciaram em falar do Corinthians, do Neymar, do preço do tamate, de crimes ediondos, do Marcos Feliciano, do Leke-leke, e dos direitos dos homossexuais,  do Corinthians, daquele coreano que dança pulando, do Neymar e do julgamento do goleiro Bruno, do Corinthians, do Neymar, do Marcos Feliciano e dos direitos homossexuais, da Daniela Mercury, do preço do tomate, do goleiro Bruno, do Leke-leke, daquele coreano que dança pulando, do Neymar, do Corinthians e do goleiro Bruno...    
É só isso o tempo todo! Se você liga a TV, se abre uma pagina na internet... Esses assuntos dominam o noticiário e de vez em quando mudam um pouco, mas apenas para serem trocados por outros tão maçantes quanto esses.
Então meus amigos... Eu não vou falar do sabiá e nem da jabuticabeira... Eu vou é me sentar debaixo dela, e relaxar... Ao som do Leke-lek... Ops... Quer dizer... Ao som de um sabiá que livremente canta pra que eu sirva de platéia. 
Feliz platéia!  



36 comentários:

  1. André, podes falar da jabuticabeira, dos passarinhos.Adoro esses temas e , como tu, não suporto essas barulhentas e mexidas músicas e discussões idiotas nas tvs. Simplesmente, só lendo livros ou blogando, fazemos muito melhor.Ocupamos bem nosso tempo! abração,linda semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Chiquinha... Mas você é véinha, assim como eu! Hahahahahahahahahaha. Um abração minha amiga! Tenha também uma linda semana!

      Excluir
  2. Pois é meu caro Mansim, os tempos são outros, e a superficialidade e banalidade permeia não só a mídia em geral, mas a mentalidade da maioria das pessoas, e provavelmente se você fosse falar de sabias e jabuticabeiras por aqui, acho que o interesse seria mínimo.

    Ótimo texto, abração pra ti mano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehe é por isso que não falei falando Chengão!

      Excluir
  3. Oi menino
    Hoje as pessoas têm vergonha de serem simples, boas e educadas. O que tá na moda é ser fútil, vulgar e gostar do que a mídia impõe. Adoro sabiás, jabuticabeira, por do sol, noite de luar, roda de viola, pinga boa e bom papo. Tamos juntos nessa rsrsrsrs
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde que tá essa roda de viola que eu já tô indo!!!!

      Excluir
  4. Hahaha... Você já me arrancou um riso só pelo título, com "aquele coreano que dança pulando". Pior que ele são esses tais halem sei lá do que, que inventaram agora. É o fim da inteligência humana, é sim.

    Se não dão mais valor à simplicidade poética das jabuticabeiras, Manoel de Barros então, está lascadinho da silva?

    Vou-me embora pra Pasárgada.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehhehehehehhe isso aí MíLi!

      Excluir
  5. Mas o negócio é que a a gente tem que falar do que quiser, sem se importar se vai interessar a alguém ou não. (:

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto do coreano que dança pulando (PSY tá!), ele é divertido e bem melhor que o tal do LEK LEK LEK maldito!

    Acho que saber dessas coisas é inevitável, o mundo está cheio de informação! Mas é bom sentar à sombra de uma jabuticabeira mesmo!

    Não deixa de participar da promoção lá do blog tá?: http://migre.me/eefaq

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também Camis... Vc gosta até de ralouin e vampiro não vai gostar do coreano!!!!

      Excluir
  7. Oi André
    Bela jabuticabeira vc tem! Me lembra o tempo em que morei no interior! Realmente a mídia e a internet é muito chata, prefiro o sabiá também kkkkkkk.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahhahahahaha eu também...

      Excluir
  8. "Passarinho quis pousar, não deu, voou
    Pois o tiro pegou mas não matou..." (Tom)

    Outro dia fiquei alguns momentos apreciando um beija-flor. mostrei para o duduzinho e ele também fincou encantado.

    vamos colocar mais "passarinhos" nas revistas, nas tvs e nos jornais, por favor, aí, ô donos da mídia!!! pronto, tá feito meu protesto.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, André. Adorei seu blog, e já sou seguidora. Eu amo as árvores, as jabuticabeiras e os passarinhos. passei a tarde cortando grama e arrancando matinhos, lá no jardim. Acabei com as minhas unhas, mas estou com aquela snesação de dever cumprido. E sem leke-leke.

    ResponderExcluir
  10. André, um grande abraço. Veja o que é saber construir uma crítica a partir de um exemplo que nos dê um "gancho" para isso. Eu vou direcionar o meu comentário a forma inteligente de como fez uma crítica a maneira como a sociedade se comporta e da imprensa no que tange ao tratamento dado aos fatos exaustivamente dessecados por ela. É óbvio que a sua visão critica merece todo elogio aqui, mas a maneira como a faz é que me chamou bastante a atenção. Parabéns André.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita Pczão! Obrigado meu amigo!

      Excluir
  11. Olá!
    Dedé , meu amigo!
    Gosto de seu tom bem humorado para lidar com assuntos pertinentes e atuais.
    ...o mundo e a mídia está pródigo em modismos, que surgem não se sabe de onde e se espalham rápido como a gripe.E a maioria não tem vida longa. Somem mais rápido do que surgiram. E outros virão.Quando realmente definirmos nossas prioridades e estabelecermos o que é essencial e o que é supérfluo, talvez seremos uma sociedade melhor...
    Obrigado pela visita
    Bom início de semana
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Felizão!
      É realmente esses modismos são de matar. Ainda bem que não duram nada!

      Excluir

  12. Olá André,

    Sabiá e jabuticabeira são para corações sensíveis, que sabem apreciar as belezas simples da vida. Cada um é cada um e cada qual curte o que aprecia. Confesso que não gosto dos noticiários repetitivos, que batem na tecla das tragédias do mundo. Quanto ao coreano, eu até me divirto com seus clips-rsrsrs.

    Adorei a irônica e divertida crônica.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Verinha! E eu sei que vc tem grande coração puro!

      Excluir
  13. André...que humor, hein??? Tem que ser alguém extremamente sábio para lidar com qualidade e ao mesmo tempo humor com essas situações que nos povoam!! Gostei do perfil:"sou lindo, mas casado".Gracinha vc.

    Seu blog é fofo demais!Beijos e obrigada pela sua presença, meu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha obridado Maria! Seja sempre bem vinda!

      Excluir
  14. Se você está ficando velho imagina eu meu filho 'ops' filho não sobrinho. Semana que vem estou por aí, se der um tempinho vou sentar sob sua frondosa jabuticabeira se você deixar e ouvir a canto maravilhoso da sabiá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom tio! Passa em casa pra conhecer o Samuquinha!

      Excluir
  15. André , me chama que eu estou ficando velha também. Quero o sabiá cantando. Quero saborear a jabuticaba no pé e quero ver o por do sol.

    Tudo que falou bateu fundo aqui meu amigo. Eu também estou cheia de tanta baboseira de tanto bla bla bla.... Me poupe!

    A-DO-REI tua blogada, está genial!

    Ah, que mancada a minha hoje hein kkkkkkkkkkkkk !!! Cadê o texto kkkkk
    Eu expliquei o que aconteceu e respondi lá no meu blog. Mas o texto vai vir, pode esperar.

    abraços da Lu

    ResponderExcluir
  16. Falemos de tudo, de todo jeito, pulemos, cantemos, dancemos.

    Mas cadê a canção séria de protesto?

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Boa tarde
    Dedé,meu amigo
    agradecendo pelo carinho da visita e desejando uma ótima quarta feira/quinta feira!Paz e luz!Obrigado!
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Andre,

    Eu fiquei muito feliz em recebe-lo em A Verdade é Cruel.

    Nem me fale de jabuticabas, eu adoro... hummmm... e os danados dos morcegos tambem, sempre chegam primeiro!

    Eu não gosto desta musica Leke-leke, alias, nada deste genero.


    BEIJOS

    ResponderExcluir
  19. Andre. Amei o seu blog e textos.

    É uma ótima mistura de humor e inteligência!


    Obrigada pela visita e siga-me se quiser.
    Será um prazer tê_lo em meu grupo e divulgar seu blog.


    Beijos e ótima semana


    Donetzka

    ResponderExcluir
  20. Uma excelente opção, a sua. Melhor ouvir o sabiá e dirigir seu olhar à beleza que a natureza lhe proporciona. E me fez recordar os tempos de criança, onde as jabuticabeiras nos chamavam, ainda que se encontrassem nas áreas dos vizinhos (rss). Bjs.

    ResponderExcluir
  21. André o/
    Tudo bom?
    Rapaz, falou a verdade nesse texto..a cultura do povo está decaindo cada vez mais...ás vezes eu acho que o brasileiro está perdendo a habilidade de falar palavras e vai começar a emitir sons estranhos como Tchu-Tcha, Lek-Lek e coisas assim...quanto ao coreano a verdade é que ninguém mais lembra dele. E eu só tenho dó das pobres árvores que são derrubadas para fazer cadernos do Nwymar e do Justin Bieber...
    Ah valeu por ter curtido os cosplays...confesso que alguns ficaram mais sinmples porém outros ficaram bem legais rs...e ai como anda seu livro? Revisão e tudo o mais?
    bjs

    ResponderExcluir
  22. André Mansim, gostei do seu blog! E mesmo que fosse André Brabim, também creio que gostaria, pois como eu, você é dos poucos que ainda restam a prezar a verdadeira cultura e a não dar ouvidos a essa onda de lixo musical que tem invadido o cenário fonográfico. Quando Belchior compôs "Como Nossos Pais" eternamente imortalizado pela inefável voz de Elis Regina o trecho

    "Nossos ídolos
    Ainda são os mesmos
    E as aparências
    Não enganam não
    Você diz que depois deles
    Não apareceu mais ninguém
    Você pode até dizer
    Que eu tô por fora
    Ou então
    Que eu tô inventando...

    Mas é você
    Que ama o passado
    E que não vê
    É você
    Que ama o passado
    E que não vê
    Que o novo sempre vem..."

    parecia não fazer sentido. O mundo de então estava cheio de boas referências. Mas hoje, no nosso tempo, nada é mais real que este trecho. Realmente nossos ídolos ainda são os mesmos e o novo simplesmente não vem ou inexiste. Quisera eu apenas amar o passado, mas não é só isso: o novo realmente é raridade. E seu blog é uma dessas poucas raridades. Te espero no Cantinho da Saudade (http://www.jaimeadilton.com.br). Abraços!!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!