segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Felicidade canina




Eu peguei uma "longneckzinha" bem geladinha, depois peguei a coleira da Frida e falei:
- Fridona, vamos passear?
Não foi preciso nem terminar a frase, pois toda vez que ela me vê com aquela coleira na mão que ela fica insuportavelmente feliz. Ela pula sem parar e joga seus 60 quilos de alegria em mim batendo seu rabão, dando chicotadas na perna da gente e as vezes até acertando em locais não recomendados.
Fomos passear num pasto que fica perto de casa. Toda vez que chego lá, eu solto a Frida da coleira e ela se esbalda. Corre atrás dos quero-queros, corre atrás de umas vacas e bois que ficam pastando por alí, rola nas poças de lama, faz buracos no barro mole, deita e se esfrega no meio do capim, faz uns quatro xixís e pelo menos dois cocôs!
Ela adora ir passear alí! Pra ela, aquilo é a melhor coisa que pode existir no mundo depois de macarronada. Pois pra Frida as coisas estão nessa ordem: Macarronada, passear no pasto e depois ser coçada na barriga.
Ela é uma cachorra feliz e faz questão de demonstrar isso pra gente. Ela é feliz quando a gente chega em casa, é feliz quando a gente sai para o quintal, é feliz quando brinca com a Chambinha minha gata. Tão feliz, que a Chambinha se estressa com ela e depois de dar umas ranhetadas, sobe na jabuticabeira que temos no fundo do quintal até que o nível de entusiasmo da Frida abaixe.
A Frida é feliz porque a gente existe, simplesmente porque ela ama a nossa família. Mesmo que as vezes a gente passe por ela sem nem lhe dirigir o olhar, ela nos segue até onde a gente for, e quando nos tocamos e prestamos atenção nela, ela está olhando pra gente com os olhos mais doces do mundo e balançando o rabo feliz pela nossa presença.
A gente as vezes é pior do que cachorro. Não conseguimos ser felizes apenas porque temos uma família, apenas porque vamos passear, apenas porque temos um amigo, apenas porque quem amamos está perto da gente. Nós condicionamos a nossa alegria por coisas que não temos e que se conseguirmos aí sim seríamos felizes. E quando conseguimos ter essas coisas, percebemos que ainda somos infelizes e elegemos então outra coisa pra conseguirmos e aí sim, encontrar a felicidade!
A Frida minha cachorra sempre me dá essas lições quando eu estou confundindo os valores da vida. Isso serve pra mim e serve pra muita gente também. Nós temos que amar e aprender a ser feliz como são os cachorros. Com coisas simples... Com um simples passeio, com uma simples macarronada, com uma simples coçadinha na barriga... Com as pessoas que amamos, simplesmente por elas existirem e estarem perto da gente. Só isso já basta!

40 comentários:

  1. Simplesmente perfeito!
    Ainda temos muito que aprender com os animais "irracionais".

    Por que muitos de nós não conseguem ser felizes apenas por estar vivos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis a questão Marina! Porque??????

      Excluir

  2. Olá André,

    Os animais nos passam grandes lições.
    O ser humano mostra-se um eterno insatisfeito. Vive procurando felicidade em coisas de difícil acesso, quando, na verdade, ela está na simplicidade da vida.

    Acho lindo este seu amor pela Frida.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha obrigado Verinha! A Fridona é da família!

      Excluir
  3. Olá!Bom dia
    Dedé meu amigo
    é verdade.Há muito a aprender e a descobrir no convívio com os animais, que nos passam muitas lições de humildade, paciência, resignação e carinho.Hoje, vivemos em uma sociedade centrada sobre as coisas e não numa sociedade centrada sobre as pessoas.A grande diferença entre o “Ser” e “Ter”. Onde o ter não tem limite e o ser é ignorado.Nem felicidade E nem virtude, sucesso.Com essas inversões de valores hoje nossas reservas morais não estão sendo suficiente e nos tornamos verdadeiros escravos da posse material e, muitas vezes, ao não atingir nossos objetivos, somos infelizes.Temos o livre arbítrio, fazemos escolhas, e felizes será os que assumirem com clareza os seus atos e aprendam a amar incondicionalmente e talvez um dia conseguiremos aprender que o tempo é muito precioso e não volta atrás.A Frida é que está muito certa.
    Bela semana
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia vamos dar mais valor ao ser meu amigo!
      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  4. Olá menino
    "A felicidade existe sim, nós não a encontramos, porque está sem onde a colocamos, e nunca a colocamos onde estamos"
    Menino, onde você mora? Deve ser um delícia.
    Adoro cachorros ,já cheguei ter 13 ao mesmo tempo.
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eo moro em Barretos Wand! Aqui é bom sim. Mais ou menos... Mas é melhor que cidade muuuuito grande!

      Excluir
  5. Lindo texto e esses nossos amigos caninos nos mostram muitos momentos de alegrias e, se quisermos, prestando atenção, podemos aprender com eles. abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha isso aí Chiquinha! Eles nos ensinam!

      Excluir
  6. Os animais são seres maravilhosos que estão no mundo para ensinar aos humanos o verdadeiro significado da palavra amor!!!Pena que muitos ditos SERESUMANOS,não vejam assim e por serem tão despresiveis e maus ainda fazem mal para nossos irmãos animais!!
    Sua Frida é linda!!
    bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Cacau! A Frida agradece!

      Excluir
  7. Essa é uma grande verdade Dé! Principalmente quando estamos fixados em algo tendemos a não dar valor no que realmente vale a pena! Bjs

    ResponderExcluir
  8. É verdade André! Perfeito seu post!
    Nós seres humanos precisamos ser mais inteligentes mesmos! Vivemos correndo atrás de não sei o que... quando conseguimos, ainda estamos infelizes, pois achamos que ainda falta algo!
    Amo cães e gatos, minha gata se foi há alguns dias, quase morri de chorar, ficou o Bóris meu cãozinho.
    Ele é um amigão!! A sua Frida de olhar doce é linda!
    Beijo André!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correndo atrás do vento Mary! É atras disso que corremos!

      Excluir
  9. Oi André
    Seu post me emocionou, é sério! Me lembrou aquela música: "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...". É isso aí meu amigo, o ser humano é muito ingrato mesmo!
    Bjos. Fique com Deus!
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Tira mais fotos dessa cachorra.
    Faz uma fotonovela com as fotos dela.
    É uma sugestão.

    Abraço!

    F.

    ResponderExcluir
  11. Cara, a Frida é quem sabe ser feliz. A Frida é contente porque simplesmente ama... Que lindeza você escreveu, que quadro mais lindo do cotidiano especialmente amoroso. Ela certamente deve muito dessa felicidade pelo fato de sentir o quanto é amada... Né?

    Beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha obrigado MíLi! Você é um barato!

      Excluir
  12. Uma grande verdade, André. Os cães nos mostram que vivem e são felizes tão somente com amor. E nem pedem gestos de demonstração de afeto, contentam-se com a presença dos que ama. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Mary! Eles gostam da gente e isso já basta pra eles!

      Excluir
  13. Que belo testo texto André!! A grande verdade é que quando cuidamos com amor ou outro sente o verdadeiro valor e isso não é diferente com os animais. Só dá uma maneirada com a macarronada pois não faz muito bem...rsrsrs
    Grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehhehehhe a macarronada é só de vez em quando!

      Excluir
  14. Ano passado, tive um cão, um pastor capa preta, mas infelizmente só convivi uns 4 meses com ele, mas pude ver que é uma relação bonita, o ser humano e o cão, mas um dia, quando tiver mais tempo, pretendo criar um novamente.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arruma outro cachorro Chengão!

      Excluir
  15. Olá André, meu amigo!
    Ontem li o seu texto, gostei e até mandei para o meu marido ler. Achei que tinha comentado...Hj voltei aqui, e não tinha nada...estou no mundo da lua...KKK!!
    Mas à propósito: que lindo texto sobre a Frida! Que bela reflexão!
    É a mais pura verdade: os cães nos ensinam muita coisa com a sua maneira de amar incondicionalmente, muitas vezes ao contrário, de nós humanos...
    Eu adoro cachorro! Na família eu tenho a minha Serena, o meu "neto Snoopy, e os meus "sobrinhos" Amadeus e Scooby...
    Precisamos ser um pouco mais como eles!!
    Um grande abraço pra vc e sua familia e um beijão pra Fridona!Que Deus os abençoe.
    Adelisa.
    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehe e quem te falou que a Frida é um cão? Ela é gente disfarçada de cão!

      Excluir
  16. OI ANDRÉ!
    VERDADEIRO, COMO PODE UM ANIMALZINHO QUE SE TEM EM CASA E COMO BEM DIZES, MUITAS VEZES NEM NOS DANDO CONTA QUE EXISTEM, EM MOMENTOS NOS DAREM VERDADEIRAS LIÇÕES, DO QUE É AMAR DE VERDADE.
    SEI PORQUE TENHO UMA CADELINHA TAMBÉM, A "CANDY" E É ASSIM TAMBÉM, CHEIA DE PERSONALIDADE E DE AMOR PARA DAR.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Zilani! Seja sempre bem vinda!

      Excluir
  17. Texto sensível e direto! Adorei! Bom, talvez por me identificar com ele... ou com a Frida... e talvez pela pouca identificação que a maioria tem dos pequenos prazeres e felicidades da vida é que eu digo: "sou feliz com o que tenho e sou" e poucos acreditam em mim! rssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehe Bel! Vc só vem aqui pra ver a Frida né? Hahahahahahahaha, obrigado por aparecer!

      Excluir
  18. A felicidade está no interior de cada um.
    A Frida mostra ser feliz sem ser escandalosa apenas um pouco espalhafatosa como o meu Lord Sauron, penso que os dois se dariam bem porque ele também adora macarronada.
    Porém o Lord é vira-lata e a Frida de alta casta, seria com a Dama e o Vagabundo, só que os dois não poderiam ficar a sós senão o final seria idêntico ao do filme ha ha ha.
    Com musica italiana e tudo (mesmo ela sendo de origem germânica).
    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Por falar em vira-lata, e o tico ai bem?

    ResponderExcluir
  20. Oi André,

    Tudo bem? Aprendi muito com o meu Dante que hoje não está mais em casa. Acredito que por traz dessa irracionalidade,m há muito na Frida e em todos, principalmente amor e felicidade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arruma outro Dante urgente Lú! Nós precisamos disso.

      Excluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!