quinta-feira, 23 de junho de 2016

O blues


Escuto um blues.
Sempre escuto muitos blues.
Penso na vida, como se a vida fosse um emaranhado de muitos blues. Com seus velhinhos tocando guitarra, com suas divas soltando a voz. Com acordes que fazem sonhar.
O blues consegue ser melancólico sem ser. Consegue ser feliz sem ser. Consegue emocionar sem pretender, consegue ser blues, apenas blues.
No blues a beleza não está na figura esguia ou bombada de quem canta, no blues, a beleza vem da alma.
O olhar do bluesman já anuncia antes que o som da gaita chegue até seus ouvidos: Essa música foi feita pra te tocar, pra te abençoar, pra mexer com sua alma... Com seu dia, com seus sonhos e, com a forma que você tem de encarar a vida.
Parece bobeira, mas a vida com blues é muito mais fácil de viver!












7 comentários:

  1. Concordo contigo, boa música é legal e faz bem às nossas vidas e viveres...

    Eu tenho dia de blues, outros de rock pauleira,rs Danço conforme a música da vida!! E agradeço que ela toque!! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, tanto a forma como descreves o prazer de sentir a música e o que nos quer mostrar em seu modo de sentir e sonhar!
    A vida só tem valor quando a sentimos em todos os sentidos!
    Linda escolha, amei ver e ouvir!
    Abraços apertados meu amigo Andre!

    ResponderExcluir
  3. O blues é uma delícia de ouvir, amigo. Gosto muito.

    ResponderExcluir
  4. Gosto de Blues.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Também gosto muito de ouvir Blues.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Sempre gostei de blues.
    Nunca me preocupei de perceber qual a razão para gostar, mas talvez seja mesmo pelo que disse no texto.
    O blues que escolheu é um dos meus favoritos.
    André, tem uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Olá André, finalmente de volta! Pareço um iô-iô! Mas eis que estou aqui e dou de cara com uma postagem sobre blues? Eu amo blues e como disse muito bem é um som que vem da alma! É difícil até de explicar com palavras, porque um estilo que muitas vezes é classificado como uma expressão de lamentação dos negros americanos, e tinha tudo para ter ligado a si uma "cor sombria", é simplesmente chamado de BLUEs.

    É simplesmente sensacional! Eu curto muito a "nata", o chamado blues de raiz: Lee Hoocker, Muddy Water, Wolin Wolf, B.B. King, e tantos outros!

    Grande abraço!

    Att,
    Flavio Ribeiro
    www.reusaleatorios.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!