terça-feira, 12 de agosto de 2014

Minhocas




Hoje, fala-se de tudo na internet, de física nuclear à receita de bolinho de chuva.
Eu, pessoalmente, em partes, acho isso legalzinho, pois pelo menos as pessoas estão escrevendo, lendo e se inteirando das coisas. Só que o legalzinho, se a gente não cuidar, pode se transformar num monstro chamado: Mentira!
Hoje, postam-se mentiras à torto e à direito, sem a necessidade de citar a fonte, e sem a necessidade de se identificar! Pessoas covardes, inventam pensamentos, inventam teses, inventam histórias e lendas, tudo de forma mentirosa, as vezes, até atribuindo a uma terceira pessoa, que nem sabe de nada, como se este fosse o criador de tal texto ou ideia, e ainda postam tudo, cachorramente, assinando como “anônimos...”
Ah... Mas não é uma coisa feia essa?
Numa sociedade, onde a malandragem, e o boca a boca, vale muito mais que o aprendizado e a leitura, esses anônimos disseminadores de besteirol, acabam sendo premiados por seguidores que se identificam com isso, porque em sua maioria, também tem o mesmo nível de cultura e educação dos que escreveram.
Acho que nós temos que peneirar as coisas. Antes de acreditar em tudo, nós temos que pensar, analisar e pesquisar. Nós somos um povo meio, “Maria vai com as outras”, e isso é perigoso. Nossos filhos estão acessando a internet, o watsapp, o twitter e muitas outras coisas que a gente nem imagina... Então, resta-nos prestar atenção e tentar fazer nossa parte na educação familiar, porque senão, o Google tá aí pra adotar seu filho, e talvez, encaminhá-lo para algum pai adotivo que pode enfiar minhocas na cabeça dele, e se não ficarmos espertos, também enfiam essas minhocas contaminadas na minha, na sua, e na cabeça da sociedade inteira!

Essa postagem de hoje é dupla, hahahaha.
Primeiro eu postei esse texto falando das baboseiras da net, e agora vou dar a vocês um relato de como anda meu livro, espero que gostem.
Ah... E se forem comentar, podem falar do que quiser, do livro, das minhocas, ou dos dois!

Meu livro foi lançado pela editora Habermann em novembro passado. A primeira tiragem foi de 500 exemplares e segundo a editora, essa tiragem já está no final e dentro de alguns dias ou meses, a segunda tiragem de mais 500 já vai estar nas livrarias.
Bom... As coisas são mais ou menos assim. Na verdade, não vão 500 livros para as livrarias. Eles vão aos poucos, conforme as vendas vão saindo, e eu, também faço o possível para vender e divulgar no facebook, aqui no blog, e a todos os amigos que converso.
Segundo o pessoal da editora essa venda de 500 livros em seis ou sete meses, é muito boa, porque eu sou um escritor desconhecido, e eles também não fizeram muita divulgação. Não mandaram para revistas, jornais e nenhuma TV.
A Habermann não tem um agente de divulgação e nem tinha um selo de literatura antes do meu livro, na verdade eles estão aprendendo também, porque eles eram especializados em livros jurídicos.




Os links abaixo, são links de onde você pode encontrar meu livro:


Eu sei que as vezes deixo o blog, por conta de ficar divulgando meu livro, e que as vezes isso atrapalha o andamento das coisas por aqui, mas mesmo assim eu sei que os amigos torcem muito por mim e que me ajudam de uma forma ou de outra na divulgação e no crescimento da minha carreira. 
Obrigado a todos!



5 comentários:

  1. Tens toda razão quanto às minhocas e outras coisitas que circulam como verdades.Temos que ter muito uidado! E não sair reapassando tudo o que recebemos como se verdade fosse! Tem cada besteira!!

    E quanto ao teu livro, nunca imaginei como era o funcionamento da "logística"... Que legal que estás tendo sucesso e mereces.Desejo mais, mais e mais! E virá! Tudo ao seu tempo,mas virá! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Amigo André, bem explicado sobre as coisas que andam circulando pela internet sobre inverdades dadas por verdades e o pior, como dizes, não assinados, pois anônimos podem entrar e comentar mas têm por dever assinar o nome no final do comentário, se não há a assinatura nem publico, seja elogios ou não!
    A vida tem estado cada vez mais descompromissada e por pessoas de má índole, que pena, lamento isso, pois tenho meus netos crescidos que podem, assim como seus filhos, serem influenciados para o mal!
    Que bom que seu livro está sendo bem vendido, dou os meus parabéns e desejando muito sucesso, cada vez mais!
    Abraços e obrigada sempre pelo seu carinho lá no meu espaço!

    ResponderExcluir
  3. Frases do Jô (que nem tem perfil em rede social nenhuma), do Renato Russo, tadinho. Reduziram a sua poesia a meia dúzia de clichês idiotas. Fora as mentiras mesmo, sérias, que podem prejudicar alguém e as pessoas que compartilham sem cuidado nenhum. Às vezes até com muita maldade.

    Muito bom ler sobre as coisas boas acontecendo com o seu livro, André.
    Fico, de verdade, muito contente.

    Beijo!

    A propósito, segui aqui com o novo blog, mas não sei porque cargas d'água não aparece minha foto.

    ResponderExcluir
  4. ANDRÉ:Concordo com você quanto as "minhocas." Acho que para quem é pai, mãe, com certeza, policiar seus filhos.A educação é tudo e começa em casa sempre!!O Google pode mesmo adotar que assim estiver ao seu alcançe.Quanto ao seu livro, também acho formidável a venda, sendo você um escritor novo, em menos de 12 mêses vender tanto.Amigo, que neste segundo bimestre das vendas dos livros, haja uma prosperidade maior e maior a cada fase!Que Deus te abençõe cada vez mais.Beijos e todo sucesso, você merece.

    ResponderExcluir
  5. Dedé, esse é o lado nocivo das redes sociais, tem muita coisa boa, lúdica, interessante, porém, há muito lixo gratuito sendo disseminado, e pessoas inadvertidas, comem essa bagaceira sem critério algum.


    Cara, não sabia como era por dentro de uma editora, e tudo depende de divulgação, e se a editora desse um empurrão, creio que o seu livro deslancharia e o seu nome seria mais conhecido no meio, mas torço por isso, vc merece.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!