segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Alimento intelectual



Com o que você tem se alimentado intelectualmente?
Quanto tempo faz que você não lê um bom livro?
Quanto tempo faz que você não assiste a um documentário, um programa de debates ou uma entrevista interessante?
Quanto tempo faz que você não vai a uma banca de jornal? A uma livraria? A um sebo? A uma biblioteca?
Quanto tempo faz que você não conversa com seu avô, sua avó ou com o vizinho mais velho?
Como é seu alimento intelectual?
Big Brother? Novela das sete? Das oito? Das nove? Das dez? A fazenda? Faustão? Cidade Alerta? Programa do Ratinho? Novela das sete? Das oito? Das nove? Das dez?
Como é sua formação intelectual?
Você sabe ler e interpretar corretamente um texto?
Sabe escrever uma redação?
Sabe formular um pensamento?
Sabe discutir um assunto sem discutir com as pessoas?
Na sua formação intelectual existe espaço para a humildade? Para o bom carater? Para o aprendizado eterno?
Como você alimenta sua intelectualidade?
Você sabe qual a sua raiz? De onde vem a sua tradição?
Qual a sua tradição?
De onde você veio? 
Quais são seus ídolos?
Quais são as suas lendas?
O halloween? Os vampiros e lobisomens do cinema? Guloseimas ou travessuras? A bruxa da vassoura e do caldeirão?
Quanto tempo faz que você não lê um livro?
Não lê um poema?
Não lê um simples conto?
Não assiste um bom filme?
Como está a sua alimentação intelectual?
No que você acredita? Quais são seus ideais? Qual a sua meta na vida?
Você sabe o que são ideais?
E meta?
O que você vai querer ser daqui a dez anos? Quem você vai querer ser daqui a dez anos? Onde você vai querer estar daqui a dez anos?
Será que até lá você vai aprender a interpretar um texto?
Vai saber de onde veio? Vai conhecer suas bases históricas e sociais? Vai aprender a ler as entrelinhas? Vai aprender a votar?
Qual a sua dieta intelectual? A que produz neurônios ou a que produz vento?
De que é alimentada a sua intelectualidade?
Hein? Pense aí...

32 comentários:

  1. Olá!
    Bom dia!
    Dedé...meu amigo!
    Tantas perguntas...algumas tenho a resposta na ponta da língua,outras...nas quais não paramos para pensar o quanto elas são importantes em nossas decisões e posteriormente para fazer a diferença.
    Eu tenho a convicção que devemos colocar em nossas vidas um objetivo ou meta para o desenvolvimento de nossa mente,inclusive, para servir de trampolim para novas conquistas.Porém, muitos tem potencial intelectual, mas não tem eficiência intelectual, que só se configura a partir do aperfeiçoamento desse potencial e depende de estimulação e condições ideais , ou seja, é refém do ambiente em que se vive...essa, para mim, é a diferença entre a "fábrica de neurônios e a de ventos."
    Apesar que hoje, a disponibilidade de informações é cada vez maior, o que ajuda a ampliar o nosso conhecimento
    Entrei pensando e saio pensando!
    Obrigado pelo carinho da visita!
    ótima semana!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha a gente tem que pensar sempre né Felisão! Obrigado por aparecer.

      Excluir
  2. Caramba! Peraí, deixa eu tentar intelectualizar antes de responder. Hahaha...
    Eu nem faço o gênero leitora compulsiva (infelizmente), mas li recentemente as Memórias Inventadas, do Manoel de Barros, que adoro. E agora estou lendo um e-book (vale?) bem instigante. Depois conto sobre ele.

    "Sabe discutir um assunto sem discutir com pessoas?"... Pois é. De muita pertinência essa questão. Eu sempre tento agir assim, pois acho que as verdades absolutas não pertencem a ninguém. Sequer existem.

    Eu não sei aonde estarei daqui a dez anos, mas queria um lugar diferente, ao menos interiormente diferente. Queria passear dentro de mim e gostar disso.

    Vou pensando nas outras respostas.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É minha amiga! Vc se vira e alimenta seu intelecto! Parabens!

      Excluir
  3. Leio bastante, sempre que o livro me chama. Leio bons textos nos blogues, não vejo BBBs da vida, acho que não estou mal nesse quesito,sr abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahhaha isso aí Chiquinha!

      Excluir
  4. RODRIGO N SILVA6.11.12

    Fala André , há qto tempo amigão!

    Tanto nesse post quanto no anterior(''Tesouros'') notei uma necessidade gritante de nos convocar para a leitura e para o investimento intelectual.

    Ao contrário do que muitas pessoas insistem em dizer,pessoas estas já doutrinadas na cultura da preguiça e da reclamação compulsiva tão incentivada por nossos governantes e meios de comunicação, o investimento em cultura e conhecimento depende muito mais de nós do que dos governantes visto que muitos que não estudaram em boas escolas nem tiveram os maiores incentivos conseguiram se intelectualizar movidos apenas por sua força de vontade e por acreditar que é possivel sim se tornar uma ser humano melhor por suas próprias forças.

    O ministro Joaquim Barbosa está aí como exemplo. Era de família humilde, trabalhava de faxineiro no TSE e deixava de se divertir e descansar para ler tudo o que via pela frente fossem livros ou bula de remédio e estudar idiomas e Estudos Sociais muitas vezes com materiais doados ou emprestados...

    Antes de se tornar juiz, concluiu 3 faculdades e passou em varios concursos.

    Acredito que, ainda bem timidamente, nosso povo está aumentando o interesse pela leitura, pelo menos aqui no centro de SP dentro dos onibus e metrôs diários que pego para ir trabalhar já vejo livros batendo de frente com ''mini-games'', celulares e walkmans...

    Só lamento ainda que muita literatura consumida atualmente seja sempre mais do mesmo, pois de cada 50 que estão lendo, tenha certeza que 40 desses livros são da saga Crepusculo, Jogos Vorazes ou da Guerra dos Tronos, ou seja ,as pessoas estão lendo mais , só que continuam seguindo ''modinhas'' impostas em outros países...

    Mas, se a evolução tiver de ser lenta, que pelo menos seja constante e as pessoas aprendam a fazer suas próprias modas e tendencias, escolher e aprender com livros e programas que REALMENTE lhes agreguem valor, usem mais a Internet para pesquisar temas releventes e menos sobre vida de celebridades e o que Fulano está fazendo no facebook, assistam mais a TV CULTURA e o discovery kids com seus filhos pequenos ao invés do BBB...

    E não sejam alienados pelo fanatismo politico, ideológico ou religioso pois uma vez alienados irão cair no quesito citado: ''não conseguir discutir um assunto sem discutir com as pessoas''

    Abs amigo, parabéns SEMPRE pelos excelentes temas abordados, depois que descobri seu blog não saio mais!

    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza de comentário hein Rodrigão! Vc tem que fazer um blog, porque tem boas idéias e sabe escrever!

      Excluir
  5. OI André!!! Gostei do texto, faz a gente pensar e refletir no que estamos alimentando nosso intelectual, se é que algumas pessoas a tem ne?! kkk'
    Eu leio bastante, ainda mais no cursinho, sempre estou estudando e me aprofundando, televisão?? Não sei nem o que é mais isso, quando assisto é pra algum seriado que curto, um documentário ou filme mesmo. Hoje em dia as pessoas não se preocupam mais com essas coisas, a literatura brasileira, são tão poucos que me assusta! Umas músicas que não acrescenta em nada, e acabam sem ter opiniões, não sabem falar e nem criticar!!!Muito bom mesmo!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Leticia, obrigado por aparecer!

      Excluir
  6. Muitas perguntas interessantes e objetivas, mas infelizmente as respostas com certeza não são animadoras, mas pensar que toda a população um dia irá atingir uma maturidade literária-cultural é utopia, mas essas perguntas nos fazem rever nossos conceitos educacionais.

    Ótimo texto, abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É pra isso mesmo que elas servem Chengão! Valeu por aparecer!

      Excluir

  7. André o/
    Tudo bom contigo?
    Cara, texto formidável. É isso..inquiridor, como se as perguntas acusassem...é aquilo..muitas pessoas estão se focando em futilidades e deixando de alimentar a intelectualidade, em absorver coisas que realmente são úteis e interessantes. Talvez a correria diária tenha contribuído mas acho absurdo ver pessoas formadas que perdem seu tempo debatendo sobre novela e BBB.
    E isso me fez lembrar que preciso voltar á minha rotina de ler livros em abundância...faz quase dois meses que não parei um pouco, respirei e foquei em mim.
    [E uma pena que nos dias atuais, com tanta interação e tecnologia, o povo esteja deixando de focar em cosias que realmente prestem. Estejam deixando de lado aquilo pelo qual seus antepassados tanto lutaram: o livre arbítrio de opiniões, de ir contra o sistema.
    ahshasha ah eu nem percebo se estou falando muito ou pouco sobre tais coisas...simplesmente vou escrevendo e se a obra me interessa tento explorar bastante para redigir algo legal. Mas ainda preciso aprender muita coisa :/ Olha, eu espero mesmo que minhas resenhas despertem a curiosidade das pessoas em conhecer determinadas obras! Isso acaba fazendo o blog cumprir seu propósito o/
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehehehe obrigado Tsu! A intenção era acusar mesmo... Acusar as pessoas que não cuidam de si mesmas!

      Excluir
  8. Oi André
    Que texto reflexivo. Gostei muito! Acho que estou no caminho certo, pois não gosto de novelas pelo menos nem de BBB kkkkk, gosto de ler, mas sinceramente não sei onde estarei daqui a dez anos, só Deus sabe, tento sempre fazer o meu melhor, mas nem sempre o meu melhor é o melhor de verdade, entendeu né?!
    Bjão. amigo. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  9. Oi André!
    Muito bom o seu texto, que me faz refletir se estou alimentando direitinho o meu intelectual.
    Eu acho que sim André...eu precisava de mais um tempinho pra ler livros!
    Mas procuro ler e assistir coisas boas.
    Agora, daqui a dez anos...só Papai do céu que sabe.
    E até lá, tentarei melhorar em alguns quesitos!
    Beijos amigo! Fique com Deus!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É daqui a 10 anos só por Deus mesmo... Mas a pergunta é sobre a sua vontade. Onde vc quer estar?
      Hahahahahaha, valeu minha amiga!

      Excluir
  10. Eu nem pensaria em como estará o mundo, meu desenvolvimento, meu sentir... daqui a algum tempo. É o hoje que deve nos inspirar e nos levar a preencher a mente com o que é verdadeiramente útil . (mas vejo novela kkkkkkk). Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Olá André, boa noite!
    Muito bom o seu post! Eu tinha lido de manhã, mas estava sem tempo pra comentar...rsrs
    Esse seu texto me faz pensar nos jovens de hoje (e outros nem tão jovens assim): eu conheço tantos que são exatamente assim como vc descreveu: sem nenhum alimento intelectual, espiritual... Sem perspectivas para o futuro, sem rumo...É muito triste...
    Um bom texto pra dar um sacudida!! rsrsrs
    O duro é que quem precisa ler, certamente não vai acessar o seu blog...rsrs
    Um grande abraço, meu amigo.
    Que Deus o abençoe.
    Adelisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por aparecer Adelisa! Vc sempre comenta bem!

      Excluir
  12. Muito legal seu texto André. Acabei por ir respondendo as suas perguntas e me fazendo outras, como consequência. Meu alimento intelectual é saudável, mas não tem me satisfeito. Vou ter que reforçar minha alimentação. hahahah

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Éli-ponto! Vc é sempre bem vinda aqui!

      Excluir
  13. Um desmoronamento de perguntas que soterra as respostas prontas.

    Já que falou em novelas, as das 18:00 da Globo(Lado a Lado) é bem interessante do ponto de vista histórico. Agora vai ser abordado a Revolta da Gibata(que pouca gente, creio, ouviu falar ou leu a respeito).

    Muito bom, Andre.

    Vou responder a uma só pergunta:" Onde você vai querer estar daqui a dez anos"?

    Vou querer estar em algum lugar específico; o problema é que não tenho garantias alguma que lá estarei.

    Assim é a vida, assim são nossos planos.

    O imponderável é assustador.

    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E põe assustador nisso né Dudú!
      Obrigado por aparecer!

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Fala meu caro André!

    Felizmente minha fome intelectual é grande, e eu preciso saciá-la todos os dias de alguma maneira.

    Mas o diabo é que a fome não passa nunca rsrs. Gosto de pensar sobre algumas das questões que você colocou e outras mais.

    Grande abraço meu camarada.

    ResponderExcluir
  16. André, brilhante o seu texto, meu caro. Me permita dizer algo que vai de encontro a essa questão que abrange bastante ao conhecimento, de alguma forma. Desde moleque, sempre tive a chamada fome do conhecimento. As coisas que mais considerava chatas no primeiro instante, eram as que mais me desafiavam. Por sinal, é assim até hoje. Isso é querer ser um intelectual? Claro que não, até porque não sou um. É querer ser ou parecer uma figura culta. Também não, pois nem por isso me considero alguém culto. O que é ser culto? Infelizmente os jovens, principalmente eles, pensam que, uma formação superior e um diploma lhes bastarão para serem considerados pessoas de grande conhecimento. É como você diz, quando se referi a saber interpretar um texto. Não adianta ter conhecimento se você não sabe como colocá-los em prática. Ter conhecimento é até o de menos. Todos podem ter. O problema é saber lidar com eles ou, na comparação que fez relação a um texto, interpretá-los. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Creio que eu preciso me intelectualizar mais, ao mesmo tempo em que preciso desacelerar.

    Abraços renovados.

    ResponderExcluir
  18. Olá André, depois de um longo e tenebroso inverno estou de volta!

    A correria continua, mas agora já estou de férias da pós graduação, o final de semestre anuncia uma trégua no trabalho e minha férias se aproximam. Acho que este é o momento certo para retomar as atividades na blogosfera. Durante este tempo que fiquei em hiato, não deixei de postar, mas por conta da escassez de tempo, vi vi obrigado a deixar de responder os comentários postados lá no Sublime e as tradicionais visitas aos blogs parceiros... Mas agora estou voltando, aos poucos, mas com bastante gás...

    Ah, tenho me feito algumas das perguntas que você nos fez em teu texto, algumas delas têm me ajudado a me conhecer melhor.

    Forte abraço amigo e boas festas!

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com.br/2012/12/cosmopolis.html

    ResponderExcluir
  19. excepcional bem feitas as perguntas realmente me transformou.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!