domingo, 15 de agosto de 2010

Anjos

Zezé era menino .
Menino que não sabia .
Menino que não conhecia .
Zezé , era um menino que não sabia de onde veio !
Não conhecia seu pai... Era filho de pai sem mãe...
Não conhecia sua mãe... Era filho de mãe sem pai ...
Zezé foi criado por uma irmã mais velha . Um ano mais velha . Marcia era o nome dela .
Comiam os restos das latas de lixo, dormiam debaixo da ponte , se cobriam com jornal , cheiravam cola e fumavam bitucas de cigarro .
Um dia acharam o corpo de Marcia num matagal, comida pelos vermes e pelos humanos ... A policia achou normal, afinal era só uma menina de rua !
Zezé prosseguiu sozinho. Já tinha quatorze anos e uma mulher ! Carol .
Carol, que já tinha treze anos . A oito meses grávida ...
_ Que legal ! Eu vou ser pai ...
E foi !
Comiam os três , restos de lixo , comida roubada ou ganhada , o mercadão jogava muitas verduras fóra ...
Carol , desnutrida , não tinha muito leite ... E quem tinha não dava . Afinal um centavo valia muito , falou o presidente !!!
Um dia a polícia entrou no cafofo . Cafofo era a casa de Zezé, e de Jão , Zé , Cráudia , Alê , Xixa , Carol e mais um monte de moleque de rua .
Cheirador de cola !!!!
_ E esse nenem ? _ falou o policial _ Vamos levar pra Febem !!
_ Meu filho não ! _ falou Carol .
_ Vai ele e você !!!!!
Carol se atracou com o policial que queria tirar o nenem do seu colo , e os outros moleques entraram na briga , foi uma confusão . De repente um dos policiais puxa a arma e atira !!!!
Legítima defesa , ele afirmaria no processo .
Zezé, que já tinha visto muita coisa nessa vida , viu sua mulher e seu filhinho cairem no chão .
O tiro atravessou os dois.
Zezé matou um dos policiais a pauladas!
Mais policia chegou , a televisão chegou , as pessoas chegaram ... Mais policia chegou , mais televisão chegou ... Os moleques foram presos !!
Hoje Zezé está preso ... Deflorado , surrado , usado , pisado ...
Ele sonha com o dia em que vai sair da cadeia da Febem ...
Legal né ?
Ele sonha ...
Afinal ele é criança , que sonha antes de dormir ... Afinal ele é criança e sonha com fantasias de criança ... Criança de quinze anos ...
Que sonha acordado !!
E sonha com dias melhores ... E sonha com os Anjos !!!

47 comentários:

  1. Triste a realidade dessa sociedade. Belo post, uma história que merecia outro final e merecia ser contada... para que um dia ninguém mais tivesse de contá-la.

    ResponderExcluir
  2. Quanta tristeza para uma forte realidade. Lamentável que infelizmente isso acontece normalmente em nossa sociedade. Bom texto!

    http://www.nervozero.co.cc/

    ResponderExcluir
  3. Um ótimo texto, traz uma carga emocional forte. É tão injusto que crianças sejam adultos antes mesmo de deixarem de ser apenas crianças. Quando a realidade é mostrada assim na nossa cara, sentimos uma impotência tão grande, mas os detalhes fazem toda a diferença. Se nós, os pequenos detalhes, começarmos a fazer a nossa parte, cumprindo as leis e ajudando a quem precisa, poderemos exigir mais de quem está no comando. Parabéns pela postagem! ;*

    ResponderExcluir
  4. Muito bom André, a vida é cruel e Zezé esta ali bem 'próximo'.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal mesmo André.Literatura social,por vezes discriminada por meter o dedo na ferida.Gostei muito da tua textualidade.Cara também produzi alguns textos com temática social, e tive uma ótima repercussão com BANQUETE COM MENDIGOS que hoje depois de quase um ano resolvi publicar no recanto das letras http://recantodasletras.uol.com.br/contossurreais/2439631 .Abrç e estou seguindo.

    ResponderExcluir
  6. coitado desse zé. Adorei o post, é bem o que muitas pessoas vivem ou ja viveram.

    ResponderExcluir
  7. Muito bom texto , seguindo ...

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do texto, de verdade. O ritmo da história é levado com tanta propriedade que parece até que você é o tal Zé e viveu tudo isso... Parabéns!

    Abraço! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Muito legal...
    Texto bem conduzido e emocionante...

    ResponderExcluir
  10. Mansimmmmmmmmmmmmmmmm :} tenho um carinho mtu grande por vc e pelo teu blog!
    por esse motivo..:} ganhou um selinho de Ouro no meu bloG
    passa la!
    beijooo

    http://nuvenscoloriidass.blogspot.com/2010/08/selo-ouroooo.html

    ResponderExcluir
  11. Gostei to texto boas palavras, boa regencia!

    ResponderExcluir
  12. Realidade nua e crua. Parabéns, André! Belo texto.
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Você está zuando quando disse que seu blog não é bonito como o meu? hehehehehe sou fã do visual do seu blog, muito legal :)
    Lendo esse texto, percebi que você tem a mesma maneira que tenho de escrever, ou seja, eu escrevo como você. Se quiser conferir:

    http://www.portalparaguacu.com.br/portal/?p=noticia&id=244

    ResponderExcluir
  14. Perdão por nao ter visto seu ultimo post, mas estava meio atarefada com essa coisa nova de faculdade, mas indo ao seu texto, muito bom, parabéns... a sociedade é assim mesmo, ela planta, ela estraga, ela tenta concertar, ela usa, ela maltrata, ela julga, ela humilha, ela é corrupta, ela corrompe e depois... culpa a vítima. (vou até por isso no meu blog)
    abraços e continue comunicando atualizações.

    ResponderExcluir
  15. Alan Costa16.8.10

    Gostei do texto, primeiramente, palavras muito organizada, de uma maneira que fica agradável de ler, muito bom, abraço

    ResponderExcluir
  16. Meeeeeeeeeu, não tenho nem palavras! Triste, mas verdade.
    O texto é maravilhoso, perfeito!!!!!

    Me lembrou alguma história que não cabe agora contar, mas provavelmente quando Zezé sair da Febem, ele não vai perdoar ninguém.

    ResponderExcluir
  17. gostei do texto continue assim
    blz

    http://crisedeindentidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. A Triste realidade de um mundo patético, Tive profunda pena do Zezé ):

    ResponderExcluir
  19. Poéticamente é lindo! Transportado para a realidade fica muito triste. Tenho filhos, isto me preocupa...Muito bom tudo que vi aqui. Agradeço pelo comentário simples e objetivo, e espero que sincero, do meu poema no blog do Eduardo.Prazer em conhecer. Felicidades em família sempre! Grande beijo. Sil...

    ResponderExcluir
  20. triste, muito triste, mesmo sabendo que é a realidade é muito forte... :s

    ResponderExcluir
  21. É uma história triste, mas o mais triste ainda é termos a consciência de que é tudo realidade. Esta é a trajetório de várias crianças brasileiras que são obrigadas a amadurecer antes da hora. Mas, se olharmos bem mais além, poderemos nos deparar com crianças, cheias de sonhos porque não é fácil perder a essência.
    Como existem "Zezé's" por aí...!
    Ótimo texto, meu amigo André.
    ótima semana pra vc =)
    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Gosto por demais da linearidade dos seus textos, da poesia que encontramos nas entrelinhas, do traço sutil na combinação de expressões, palavras
    recheadas de figuração, dos regionalismos e da ironia tão bem introduzida nos seus textos; dessa vez, quando profere: "A policia achou normal, afinal era só uma menina de rua !"
    Parabéns, Mansim!

    ResponderExcluir
  23. - Noossa! =O muito bacana mesmo ! E a estrutura do blog tá perfeita ! Parabéns !

    ResponderExcluir
  24. Muito bom texto, cheio de emoção e é a realidade de muito hoje. Já imaginou quantos Zezés e Caróis existem hoje no Brasil? E infelizmente a história de muitos termina assim!
    Muito bom blog, textos charges, enfim... curti muito!
    retribua a visita
    http://meucaonaochupamanga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. E quantos Zezés matam e morrem diariamente por aí, por perto da gente... brilhante post, grande abraço!!

    ResponderExcluir
  26. Literatura e crítica social juntas, sempre um texto interessante.Parabens!

    ResponderExcluir
  27. Ah, Andrééé...me chamando de Má? kkkkkkkkk
    Te respondi lá no post, tá bom? Dá uma olhada! =)
    Fica com Deus, meu amigo. Ótimo dia pra ti =)

    ResponderExcluir
  28. Poooooxa é raro eu gostar tanto de um texto assim!
    Amei de verdade!

    Eu acredito em mudança, a forma que o texto foi colocado condenou os policiais, não estou defendendo, mas vejam pelo lado que eles não são preparados e agiram precipitadamente exatamente por essa falta.

    Eu gostei muito do texto, eu vi muitas vítimas. Os adolescentes,a criança, os pais, os policiais, mas é tudo uma questão de ponto de vista.

    x)

    ResponderExcluir
  29. Oi Andre!Que bom receber sua visita lá no blog! É sempre bom ter você por lá! Aquele poema lá foi na verdade um súbito de saudade sabe?!? Daqueles que fechamos os olhos e respiramos bem fundo...
    E...Acho que vc não viu um recado no post "Vozes do Coração" volta lá depois.Grande beijo em seu coração. Vou indo...Sil.

    ResponderExcluir
  30. Que forte. Mas é a cruel realidade que muitos de nós não queremos enxergar. muitas vezes está ali ao lado, mas é mais fácil ignorar, afinal são pessoas de rua, são "ignorantes". Mas são gente como nós, tem o mesmo que nós.

    Muito bom seu texto e seu blog, estou seguindo aqui, se puder, dá uma passada lá no meu

    http://reflexo-da-alma.blogspot.com

    abraços, uma ótima noite

    m!sunderstood

    ResponderExcluir
  31. estas crianças são colocadas à margem da sociedade. todos os dias passamos por elas como se não existissem e quando lembramos que existem é pelo medo de sermos assaltados ou coisa do tipo.

    além de reforma intelectual, política e econômica... temos de pensar na reforma "humana". por quanto tempo a falta de empatia vai durar?

    façamos o possível pra mudar.

    gostei do texto, cara!

    ResponderExcluir
  32. Muito bom seu blog está seguido por mim now! Parabéns pelo belo trabalho que você faz, e obrigado pela força lá no meu Blog =], Sucesso e um AbraxX!

    ResponderExcluir
  33. Retratou bem a triste realiadade que está presente em nossa sociedade.

    http://analisefc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Tão rápido, tão crítico e tão emocionante. Acho que foi a primeira narração, propriamente dita, que li vindo de você. Amei o texto e invejo por conseguir tratar de crítica social tão facilmente. Ótima leitura vinda de um ótimo pensante.

    ResponderExcluir
  35. Pô bixo... parabéns novamente... auheuahuhae
    esse fico realmente incrível e coincidentemente bate com meu ultimo post...
    da uma olhada lá depois!
    abraços!

    ResponderExcluir
  36. Crianças de sonham e se perguntam se anjos realmente existem, adultos que se pergunta a mesma coisa. E ninguém acreditando que pode ser anjo de outro alguém...

    Belo post!

    http://ideiasdestrancadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  37. anjos
    acredito
    sao as pessoas boas perto da gente

    ResponderExcluir
  38. Triste mas sem escapar da realidade...
    Gostei muito!
    ;D

    ResponderExcluir
  39. MUITO TRISTE CARA,
    O PIOR É QUE ESSA É A REALIDADE NO BRASIL E EM VÁRIOS LUGARES DO MUNDO
    BOM POST

    http://altasviajeae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  40. triste e muito verdadeiro, infelizmente a sociedade esta assim!

    ResponderExcluir
  41. Oi André!

    Esse post foi o primeiro que eu li, quando te visitei pela primeira vez. Já o comentei uma vez. Mas como a leitura é sempre reveladora a cada vez que a fazemos aí vai!

    A poesia nem sempre é bela e confortante... muitas vezes ela nos traz alguma dor e angústia. Mas aí reside pra mim o encanto da poesia, a reflexão que ela me faz sem revolta e sem ódio!

    O que vc fez foi contar poéticamente uma notícia de tv. E isso pra mim é lindo! Refleti sem muita dor, sem deprimir! Há muito tempo eu não assisto telejornais, por me fazerem profundamente mal. Não vivo alheia, no mundinho resumidamente encantado, mas prefiro poupar minha mente e meu coração de certos desgastes, e canalizar minhas forças em algo que irá contribuir para um mundo verdadeiramente melhor.

    A vida de Zezé é uma poesia frequente em nosso mundo real. E isso me preocupa, e me sensibiliza. Contada por você, faz-se uma imagem do que está por trás desses "moleques", como costumamos chamá-los, dentro deles ainda existem anjos! Anjos órfãos! Mas existem!

    Grande beijo!
    Linda noite e uma bela semana!
    Com carinho
    Sil.

    ResponderExcluir
  42. Andrezinho querido. Nossa,que texto lindo, forte. Achei só hoje esse post, mas, foi um prêmio achá-lo. Foi um prêmio lê-lo. Compartilhamos idéias e realidades. Amei. Bjo querido

    ResponderExcluir
  43. Ahh =/
    adorei o texto, mas tô abalada haha
    o pior foi a atitude do policial =´/ infelizmente é essa a nossa realidade.. os pobres são tratados como se eles tivessem escolhido viver assim... lamentável =/

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!