domingo, 21 de agosto de 2011

Nós malucos iguaizinhos a você

Outro dia foi um maluco no programa do Jô que dizia ter contato com extra terrestres e que já tinha visto uma nave mãe, com uma frota de navezinhas menores que voavam ao redor da grandona, e segundo ele essa navezona grandona tinha uns dois quilômetros de tamanho!
E o Jô foi dando corda e perguntado as coisas para o rapaz e ele foi contando cada vez mais coisas estranhas e até fez uma comparação de naves espaciais e passagens da Bíblia, ele disse que a luz que apareceu no batismo de Jesus era de uma nave, que o carro de fogo que levou o profeta Elias era um disco voador e outras coisas mais . Mas depois de rir bastante eu comecei a pensar sobre o entrevistado e outras pessoas que a gente vê por aí, a cada esquina, e até no meio onde vivemos .
Pôxa vida, quem somos nós pra julgar o rapaz? Ele acredita nisso, ele diz ter passado por essas situações, uai, e aí? Vamos fazer o quê? Tem gente que acredita em saci-pererê, em fadinhas, em doendes, em deuses ratos, em vacas sagradas, na India o cara morre de fome mas não mata uma vaca pra comer, vai falar isso pro gaúcho! Bahh tchê! Os japoneses acreditam no Buda, no Tibet eles são Hare Krishinas e budistas também, os islâmicos acreditam no Maomé, e dizem que Jesus foi um profetinha, e agora? Então mais da metade do mundo é maluco?
Eu conheço uma moça que tem muito dinheiro desde que nasceu e só lê livros do tipo: "Fique rico falando bom dia", "Seu soriso vale dinheiro", "Os dez passos para ser um milionário", "Estratégias de marketing para enriquecer", "Pai rico pai pobre", "Quem roubou meu queijo?" e o tempo vai passando e essa moça não desencana, não arruma um namorado, não desempaca, eu até já sei o presente que vou dar pra ela quando ela se casar (se ela se casar), um livro que se chama: "Um casal inteligente enriquece junto".
Mas e aí ?
Vou falar que ela é maluca? Que essas coisas em que ela acredita são e estão erradas? E eu será que aos olhos de outras pessoas não tenho algumas maluquices também?
Acho que a gente tem que aprender a aceitar as maluquices dos outros, e aceitar as individualidades, acho que assim o mundo vai melhorar um pouco e a gente vai se extressar menos, pois vai gastar menos energia querendo falar que é o certão e o bonzão!
Isso mesmo, acho que vou falar com o cara do Jô para que o dia em que ele for trocar idéias com os Ets quero que ele peça pra gente dar uns roles aí pelos planetas e galáxias e outras paradas por aí afora!


18 comentários:

  1. Há tantas maluquices e nós temos tantas que nos cabe apenas ouvir, mesmo sem concordar...Senão...
    Nos ralamos!


    abração,lindo domingo!chica

    ResponderExcluir
  2. A verdade NÃO é uma só, assim como a mentira NÃO tem perna curta da mesma forma em que para quem sabe ler um pingo é um pingo e uma letra é uma letra.
    O “coisismo” (uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa) sendo o alicerce feito sobre frases de efeito muitas vezes dá a sensação da certeza, ou seja, quem pensa que sabe tudo, não sabe nada.
    Ou vice-versa.
    Este é um dos motivos de eu te admirar.

    ResponderExcluir
  3. Oi André!
    Tudo blz por aí?

    Olha, todo mundo tem o direito de acreditar no que quiser..o único problema é que tem muita gente por aí que quer obrigar as pessoas aacreditaremno que elas acreditam.

    Ah eu não vou ficar colocando os links pra baixar não..tudobem que é uma boa idéia mas dá um trabalhão ir copiando ecolando os links u.u Mas vou pensar sobre...enquanto isso você pode colocar no Google, Monter anime download rmvb legendado que certamente vai aparecer resultados emsites que legendam animes. Vale á pena acompanhar a obra! Vc que curte histórias complexas vai gostar!
    bjs

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tem loucos pra tudo, mas, enfim, minhas loucuras, são minhas loucuras; as suas, suas; a do outro, do outro... O importante é ser maluco nesse mundo tão "lúcido" onde até... Bom...
    Belo texto e boa reflexão!!!!
    Abraço Andresão!!!

    ResponderExcluir
  5. Raul também cantava:
    "Quando acabar o maluco sou Eu"
    Abraço André, bom final de domingo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Dedé, tudo bem?
    Pois é, mesmo que se tenha provas de que uma pessoa está errada, ou fora do juízo dito "normal", às vezes é bom deixar, até porque, não é bom contrariar em certos casos... rsrs
    Abraçãooo!

    ResponderExcluir
  7. Bicho, acho que esse maluco exagerou no chá de cogumelo, pirou legal, e até usar a Bíblia para respaldar suas neuras, é de lascar. Ótimo texto Dedé, cada vez melhores, abração pra ti e obrigado pelas felicitações lá no meu texto.

    ResponderExcluir
  8. Eu não acredito em disco voador, mas acredito em Saci... pelo menos no do Inter! hehehehehehehehe

    ResponderExcluir
  9. Seria muito mais legal você colocar a música BALADA DOS LOUCOS de NEY MATOGROSSO que falar essencialmente o sobre isso ele falar que ser a pessoa é muito louca o importante é ser feliz.... Combina muito com o texto! E seu texto está excelente e muito ótimo e da uma reflexão sobre o tratamento da loucura... E dos costumes dos outros....

    ResponderExcluir
  10. Gostei da música que você decidiu colocar mas como no comentario acima ficaria melhor se voce colocasse balada dos loucos.

    Bem.. é cada maluco que aparece no nosso dia que temos que aturar sua louquices, nao se se voce ja ouviu falar do extraterreste, que nao lembro o nome agora, mas que apareceu no CQC, muito ridiculo, dava para saber claramente que era alguem atras do arbusto fazendo uma voz fina, mas o cara afirmava que era um ET.

    Eu hein AHSUHAHSAUHAS

    Abrçs@!

    ResponderExcluir
  11. Eu vi esse cara no Programa do Jô ri muito.
    Bem cada um com sua crença não é!

    ResponderExcluir
  12. Cada louco com suas manias... E como todo mundo é um pouco louco...

    ResponderExcluir
  13. É como diz o velho ditado: "CADA UM NO SEU QUADRADO"!!! E concordo que o respeito pelas diferenças e, principalmente, pelas CRENÇAS de cada um, seja algo importante a ser mantido.

    Eu, por exemplo, acredito em cachorrinhos marrons falantes! Mas a vida é assim: feita de FÉ!!! Em qualquer coisa. =P

    Abraços, André.

    ResponderExcluir
  14. É isso André, cada um acredita em sua própria verdade, tem a ver com a fé e com experiências vividas, eu não acredito nem duvido de nada, nem de ninguém, apenas respeito. Grande abraço

    ResponderExcluir
  15. Levar a vida com a mesma leveza dos seus textos é o q falta pra muita gente ser feliz.
    Abração André ;D

    ResponderExcluir
  16. Eu, também, quero ir nesse passeio. Não esqueça de me dar um alô...AHahah...

    ResponderExcluir
  17. Pois é, André!
    O q custa acreditar, já somos obrigados a "engolir" tanta notícia ruim né [?]

    Deixa o rapaz sonhar ^^

    Abraços meu amigo e tenha uma ótima semana =*

    ResponderExcluir
  18. Basicamente, o negócio é respeitar para ser respeitado, André.
    Se todo mundo seguisse essa regrinha básica, não teríamos gente se matando sem motivo, como discordar da crença alheia.
    Valeu.

    Jacques Beduhn
    http://relativaseriedade.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário, volte sempre!